Museus do Vaticano

Hoje faz sete anos que pisei no Vaticano pela primeira vez. E claro, não podia faltar uma visita aos famosos Museus do Vaticano.

Eles foram fundados pelo Papa Júlio II no século XVI e juntos formam uma das maiores coleções de arte do mundo, já que as obras de arte foram acumuladas pelos Papas ao longo dos séculos. Foram abertos ao público quase três séculos depois, por vontade do Papa Clemente XIV.

A escultura que foi base para a construção do museu foi o “Grupo Laocoonte”, um sacerdote que segundo a mitologia grega que tentou convencer os troianos a não aceitar o cavalo de madeira que os gregos teriam doado a eles. A estátua foi encontrada em 1506 perto da basílica de Santa Maria Maggiore em Roma.

Em 2006, em comemoração aos 500 anos do museu, foram abertos permanentemente as escavações arqueológicas de uma necrópole  que fica no Colle Vaticano.

Os Museus do Vaticano ficam no plural exatamente por ser um conjunto de museus, além dos ambientes da prédio do Vaticano que podem ser visitados.

Os museus são:

  • Pinacoteca vaticana;
  • Coleção de arte religiosa moderna;
  • Museu Pio-Clementino;
  • Museu missionário-etnológico;
  • Museu gregoriano egípcio;
  • Museu gregoriano etrusco;
  • Museu Pio Cristiano;
  • Museu Gregoriano Profano;
  • Museu Filatélico e Numismático;
  • Museus da biblioteca apostólica vaticana;
  • Museu Chiaramonti.

Do prédio do Vaticano são visitáveis os seguintes ambientes:

  • As galerias: Lapidaria, Braccio Nuovo, dei Candelabri, degli Arazzi, delle Carte Geografique;
  • As capelas: Sistina, Niccolina e de Urbano VIII;
  • Os quartos ou as salas: della biga, San Pio V, Sobieski, dell’Immacolata, de Rafael, dei Chiaroscuro, Borgia e degli Originali Greci.

As obras encontradas estão divididas entre arte antiga, medieval, renascentista e moderna. Entre os espaços mais visitados estão a Capela Sistina, pintada por Michelangelo, e os quartos de Rafael.

Grupo Laocoonte, que deu origem aos museus

Todos os anos, milhões de pessoas passam pelos museus, tornando-o o quarto museu mais visitado do mundo, e que têm mais de sete quilômetros de salas e corredores. Apesar de não ficar em território italiano, é o museu mais visitado da península.

Os Museus do Vaticano ficam abertos de segunda a sábado, das 9:00 às 16:00 (com fechamento das salas às 18:00). Aos domingos, eles são fechados, com exceção do último domingo do mês, em que eles abrem das 9:00 às 14:00 e a entrada é gratuita.

Os ingressos custam €16,00 – o que é relativamente caro, mas lembre-se que são 7 km de extensão. Para visitas guiadas, o valor aumenta, assim como para as visitas noturnas.

Vale cada centavo!

Fotos: Museus do Vaticano por Una lucciola…

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.