Monte Sacro de Crea

Sacro Monte de Crea fica em uma das mais altas colinas da região de Monferrato, na província de Alessandria no Piemonte. É considerado parte do Sacro Monte tudo aquilo que vai desde a subida que leva ao santuário até um bosque.

O termo sacro monte normalmente se refere a um complexo religioso com as seguintes características: um percurso de devoção em um ambiente natural isolado e de relevante interesse paisagístico; presença de estruturas como igrejas, capelas com expressão artística, evocando um percurso de devoção; ou uma tradição secular de peregrinação ou testemunho de fé.

O Sacro Monte de Crea faz parte de um parque natural e apresenta um santuário. Ele faz parte dos sacri monti da região do Piemonte, que são desde 2003, patrimônios da UNESCO.

A história desse local começa com um convento e uma igreja de Santa Maria, que era meta de peregrinação desde a época medieval. Dizem que Santo Eusébio, bispo de Vercelli, subiu a colina em 350 d.C., e levou uma estátua de madeira de Nossa Senhora, ainda hoje venerada e ali edificou o primeiro oratório.

Eusébio teria levado o cristianismo até a população de Monferrato e dos vales de Piemonte, que na época era pagã. Arduino d’Ivrea, um marquês teria recebido a tarefa de construir três santuários: a Consolata em Turim, Belmonte em Canavese e Crea em Monferrato.

No século XII, os marqueses de Monferrato conseguiram uma relíquia, que tornou Crea um lugar de culto ainda mais importante. Outros marqueses, em séculos seguintes, mandaram fazer uma capela dentro da igreja, dedicada a Santa Margherita de Antiochia, que tem uma relíquia da santa – mas que atualmente fica na Catedral de Casale Monferrato.

No século XVI, foram construídas as primeiras capelas do complexo. Serviram de inspiração as capelas do Sacro Monte de Varallo, cujas capelas já estavam pintadas e afrescadas ricamente. São 18 estações dedicadas à vida de Nossa Senhora.

A prosperidade de Crea durou até o final do século XVIII, quando Napoleão diminuiu os gastos com ordens religiosas e pelos saques feitos no mesmo período, que levaram Sacro Monte ao estado de ruína e abandono.

A reconstrução aconteceu somente um século depois.

O parque natural que faz parte do Sacro Monte é de aproximadamente 30 hectares, e ajuda a manter as características naturais, ambientais, paisagísticas, culturais e arquitetônicas do complexo. Foi instituído em 1980.

O santuário é de origem romanesca e é dedicado a Santa Maria Assunta, atualmente sendo dirigido pela Curia de Casale. A fachada sofreu alterações ao longo do tempo, mais recentemente em 1953.

O Monte Sacro de Crea fica a 80 km de Turim. O acesso pode ser feito com carro ou trem, parando nas estações de Serralunga di Crea ou Moncalvo e fazendo uma caminhada de 5 km. Para visitar o parque, é preciso agendar com 10 dias de antecedência.

Fotos: Saco Monte de Crea (Reprodução)

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s