Catedral de Gênova

O Duomo de Gênova, ou seja, sua catedral, é dedicada a São Lourenço. É o local de culto católico mais importante da cidade. Foi consagrada no século XII, quando ainda não estava terminada e faltava a fachada.

A construção começou no século XI, em uma área que existiam escavações romanas e traços de uma basílica do século V ou VI. A Catedral de Gênova foi ampliada ao longo dos séculos e dentro dela, ficam as cinzas de São João Batista, padroeiro da cidade.

As cinzas chegaram a Gênova no final da Primeira Cruzada.

O local onde a catedral foi construída favoreceu a urbanização da cidade, juntamente com a construção das muralhas no mesmo século. O bairro se tornou o coração da cidade.

No final do século XIII foi atingida por um incêndio, mas logo depois restaurada e uma parte reconstruída. No começo do século XIV, a fachada foi finalizada e as colunadas internas refeitas, preservando sempre a estrutura românica.

Entre os séculos XIV e XV, foram construídos vários altares e capelas, incluindo aquela que abrigaria as cinzas de São João Batista, considerada uma obra prima do século XV.

Em uma cidade sem praças e sem uma sede para o poder laico, essa região da catedral foi, durante todo a época medieval, o único espaço público; grande parte da vida política e civil acontecia ali.

Detalhes da fachada

Em uma cidade sem praças e sem uma sede para o poder laico, essa região da catedral foi, durante todo a época medieval, o único espaço público; grande parte da vida política e civil acontecia ali.

A parte interna da catedral chama atenção especialmente por seu estilo totalmente gótico, com suas arcadas feitas com faixas brancas e pretas. Em uma de suas naves laterais, é possível encontrar uma granada de 1941 que atingiu a igreja durante a Segunda Guerra Mundial, durante um bombardeamento inglês.

Essa granada afundou o teto da Catedral, apesar de não explodir., O teto foi reconstruído, mas sem os afrescos. A outra granada atingiu um prédio próximo a Catedral, explodindo e destruindo-o.

Muito modificada ao longo dos séculos, a restauração feita no final do século XIX deu a catedral o seu aspecto atual, valorizando as partes medievais que ainda hoje são aquelas que chamam atenção.

Dentro da catedral existe anda o Museu do Tesouro, que conserva alguns objetos religiosos importantes. Também dentro da catedral, fica o Batistério de São João com a antiga igreja de Santa Maria da Vitória.

Ainda ligado a Catedral, fica o claustro, construído no século XII e atualmente sede do Museu Diocesano.

A catedral funciona diariamente das 8:00 às 12:00, e das 15:00 às 19:00. Já o Museu do Tesouro, funciona de segunda a sábado, das 9:00 às 12:00, e das 15:00 às 19:00, e o Museu Diocesano, de segunda a sábado, das 15:00 às 19:00.

O ingresso para visitar o Museu do Tesouro e o Diocesano custa €12,00.

Para quem passa por Gênova, uma visita a essa catedral de estilo bastante marcante deve ser bem interessante!

Fotos: Catedral de Gênova (Reprodução)

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s