Galleria degli Uffizi

Galleria degli Uffizi possui algumas das principais obras de artes do mundo, principalmente conhecida por apresentar obras essenciais de artistas como Botticelli, Rafael, Giotto, Tintoretto e Caravaggio.

Juntamente com o Palazzo degli Uffizi, o Corredor Vasariano e as coleções do Palazzo Pitti, ela forma as Gallerie degli Uffizi. O Palazzo Pitti concentra obras de 1500 e do barroco, enquanto o Corredor Vasariano, coleção de autorretratos, já o Palazzo degli Uffizi hospeda estátuas da coleção dos Medici.

A Galleria degli Uffizi é dividida em várias salas e diversas escolas, organizadas por ordem cronológica, com obras que vão desde o século XII ao XVIII, com a melhor coleção de obras renascentistas do mundo.

No ano passado, foi o quarto museu estadual italiano mais visitado, com mais de dois milhões de visitantes, ficando atrás somente do Pantheon, o sítio do Coliseu, Fórum Romano e Palatino, e as escavações de Pompeia.

A construção do prédio onde atualmente se encontra a Galleria degli Uffizi começou com Cosimo I, um dos Medici, em 1560, quando ele resolveu juntar as 13 principais magistraturas florentinas em um único lugar que ele chamou de uffici (escritórios em italiano), que ficava sob sua observação.

O local ficava ao lado do Palazzo della Signoria, sede do governo Medici, que tinha acabado de conquistar Siena. O trabalho foi dado a Giorgio Vasari, que já se ocupava de uma parte do Palazzo Vecchio, e a ideia original era de um prédio em forma de “U”.

Na década seguinte, os trabalhos foram repassados a Bernardo Buontalenti. O filho de Cosimo, Francesco I, em 1581, decidiu abrir uma loggia no último andar da galeria para juntar sua coleção de pinturas e estátuas antigas e modernas.

Essa coleção podia ser visitada através de um pedido, o que tornou os Uffizi um dos museus mais antigos da Europa.

A partir de então, a coleção dos Medici foi apenas aumentando de geração a geração, e passaram a receber não somente obras de arte, como também armas e armaduras históricas. Já no final do século XVI, a Galleria foi aberta ao público, mas ainda assim, visitável somente através de pedidos.

No século XVIII, parte do corredor oriental foi destruído por conta de um incêndio, mas logo restaurado e redecorado. Foi aberta definitivamente ao público em 1769, com um novo ingresso.

No século seguinte, foram feitas as 28 estátuas de mármore nas pilastras externas da Galleria, com os toscanos ilustres da era medieval até 1800. As estátuas são:

  1. Cosimo de’ Medici
  2. Lorenzo de’ Medici
  3. Andrea Orcagna
  4. Nicola Pisano
  5. Giotto
  6. Donatello
  7. Leon Battista Alberti
  8. Leonardo da Vinci
  9. Michelangelo
  10. Dante Alighieri
  11. Francesco Petrarca
  12. Giovanni Boccaccio
  13. Niccolò Machiavelli
  14. Francesco Guicciardini
  15. Amerigo Vespucci
  16. Francesco Ferrucci
  17. Giovanni delle Bande Nere
  18. Pier Capponi
  19. Farinata degli Uberti
  20. Galileo Galilei
  21. Pier Antonio Micheli
  22. Francesco Redi
  23. Paolo Mascagni
  24. Andrea Cesalpino
  25. Sant’Antonio Pierozzi
  26. Accursio
  27. Guido Aretino
  28. Benvenuto Cellini

E nem adianta querer completar sua coleção de Tartarugas Ninjas porque Rafael era de Urbino, da região de Le Marche #alocka! rs

O.o

Aos poucos, foram retiradas as armaduras, armas e grande parte das estátuas, para que a Galleria degli Uffizi se tornasse um museu principalmente de pinturas, como o conhecemos atualmente.

Vamos as principais salas – é importante você ter um mapa do museu ou pelo menos ler sobre ele antes de ingressar, do contrário, poderá perder alguma obra de arte que queira ver, afinal, são muitas salas (nunca contei, mas devem ser umas 50).

  • Salas de 2 a 6: focam em Giotto e no gótico internacional;
  • Sala 7: retrato dos duques de Urbino feito por Piero della Francesca;
  • Sala 8: Madonna Com o Menino e os Anjos de Filippo Lippi;
  • Salas 10 a 14: BOTTICELLI!
  • Sala 15: Leonardo da Vinci;
  • Salas 16 a 24: Perugino, Signorelli, Giorgione e Correggio;
  • Sala 25: A Sagrada Família de Michelangelo;
  • Sala 26: Rafael;
  • Sala 28: Vênus de Urbino de Ticiano;
  • Sala 32: Tintoretto;
  • Salas 33 a 45: Rubens, Caravaggio e Rembrandt.

Vale lembrar que não se pode fotografar dentro do Uffizi, e ao andar esteja atento ao chão, aos lados e aos tetos. Tem obra de arte por tudo quanto é lado ali dentro. Se possível, visite-o em dois dias.

Lembre-se: teto, chão, lados (Reprodução)

Galleria degli Uffizi fica aberta de terça a domingo, das 8:15 às 18:50. É fechada às segundas, dia 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro. A bilheteria fecha às 18:05. O fechamento começa às 18:35.

O ingresso custa €8,00 e é sempre gratuito no primeiro domingo do mês. Quando existem mostras internas, o ingresso custa mais caro, normalmente €13,00. Se você for em alta temporada, recomendo muitíssimo comprar antecipado online, clicando aqui. Do contrário, chegue cedo para evitar filas quilométricas!

A Galleria é incrível e imperdível no seu roteiro!

Fotos: Parte externa da Galleria degli Uffizi por Una lucciola…

Anúncios

Um comentário sobre “Galleria degli Uffizi

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s