Villa d’Este

Villa d'Este em Tivoli

Tivoli é uma cidade que faz parte da região metropolitana de Roma, na região do Lazio, e tem cerca de 57 mil habitantes. Nessa cidade, fica uma belíssima obra de arte do renascimento italiano que é a Villa d’Este.

Essa villa é parte do patrimônio da Unesco e é um dos sítios italianos mais visitados, com quase meio milhão de visitantes por ano.

A villa foi feita a pedido do cardial Hipólito II d’Este, filho de um Borgia. Ela foi erguida onde antigamente ficava a sede de uma villa romana e a história dela é ligada ao cardeal. Ele chegou a Tivoli como governador, graças ao Papa Júlio III, mas sendo filho de um Borgia, estava acostumado ao luxo e um convento seria muito pouco para ele.

Ele decidiu transformar o convento em uma villa, que seria uma continuação do palácio que ele estava construindo em Roma, em Monte Giordano, que servia para as recepções oficiais. A villa em Tivoli seria para encontros mais informais e meditação.

Mal sabia ele que aproveitaria muito pouco da villa, inaugurada em setembro, seguida de sua morte três meses depois. Os dois proprietários seguintes eram da família e também cardiais. O último proprietário particular foi um duque, também da família Este, herdeiro do império austro-húngaro.

Ele vendeu a villa ao governo italiano por uma quantia bem alta.

O governo ficou responsável, depois da Primeira Guerra, por restaurar a villa integralmente e abri-la ao público. Depois da Segunda Guerra, foram feitos outros trabalhos de restauração para reparar os danos causados pelas bombas.

A villa tem os apartamentos nobres, os apartamentos inferiores e os jardins, que provavelmente foram responsáveis pela popularização do local, já que eles são uma verdadeira obra de arte, chamando atenção especialmente por conta de suas inúmeras fontes.

Tem a fonte da Europa, do Pégaso, as cem fontes, a fonte oval, dos dragões, a Rometta, da Proserpina, de Netuno, as Peschiere, da natureza, entre várias outras (sério, são muitas!), além de uma gruta.

É possível chegar até a Villa d’Este de carro, de ônibus (partindo de Roma com a companhia CO.TRA.L) ou até mesmo de trem (saindo de Roma Tiburtina), descendo na estação Tivoli, que fica a pouco mais de 1 km da Villa.

A distância é de cerca 20 km.

Villa d’Este é fechada às segundas, a não ser que seja feriado, e nos dias 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro, e funciona das 8:30 às 17:00 (ou 19:00 durante o verão). O ingresso custa €8,00. Não pode usar tripé dentro da villa nem tirar fotos com flash.


Beleza a poucos quilômetros de Roma!

Fotos: Villa d’Este (Reprodução)

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s