Laura Pausini

Laura Pausini

Cinco anos de blog e eu nunca escrevi um post sobre a maior cantora italiana no Brasil, Laura Pausini! #fail

E o que falar de Laura Pausini que já não foi dito milhares e milhares de vezes? Nada. Então por que estou escrevendo esse post? Não sei, rs. Brinks, eu mesma não conheço muito da carreira dela, só sei que estourou na Itália com La Solitudine.

A Laura nasceu em Faenza, na província de Ravenna na região da Emilia-Romagna, em 16 de maio de 1974. É a primogênita do cantor Fabrizio Pausini e de Gianna Ballardini. Tem uma irmã mais nova três anos chamada Silvia.

Apesar de não ter feito aulas de canto, quando era pequena, Laura se apresentava no coro da igreja. Estreou como cantora aos oito anos, um pedido que fez para o pai como presente de aniversário. Já aos 13, gravou seu primeiro demo, com oito faixas covers e cinco inéditas, escritas por ela mesma, mas assinadas pelo pai por motivos legais.

Aos 19 anos: a glória. Participou do Festival de Sanremo de 1993, na seção que hoje conhecemos como “Novas Propostas” com provavelmente sua música mais famosa La Solitudine, com a qual ela ganhou o festival e se tornou um fenômeno na Itália.

Mais tarde naquele ano, lançou seu primeiro álbum chamado Laura Pausini, que vendeu “apenas” 400 mil cópias. Neste ano, ela também saiu em turnê pela Itália. No ano seguinte, ela voltou ao Festival, já na categoria principal, com Strani Amori.

Apesar de ser considerada a canção favorita, ficou em terceiro lugar no Sanremo de 1994. Logo após, saiu seu segundo álbum inédito, Laura. Com esse álbum, conseguiu um prêmio de artista italiana que mais vendeu no mundo. Mais tarde em 1994, lançou seu primeiro álbum em espanhol e no ano seguinte, estreou no mercado inglês.

Desde então, Laura não parou mais, lançando praticamente um álbum de inéditas a cada dois anos. De prêmios, ganhou vários, entre os mais relevantes estão provavelmente um Grammy Award em 2006, sendo a primeira mulher italiana a ganhar um e a segunda italiana. Ganhou por melhor álbum pop latino. Conquistou ainda outros três Grammy Latino.

Laura já vendeu mais de 70 milhões de cópias!

Desde 1996, aos 22 anos, Laura se juntou a Unicef para defesa da infância e realiza constantes trabalhos de cunho social, como ajudas aos sobreviventes do terremoto em Abruzzo em 2009, lutas contra Aids, vítimas do terremoto no Haiti em 2010, além de muitos outros eventos beneficentes.

Laura é mãe da Paola, que nasceu em 2013.

Quem nunca estudou italiano e teve como a primeira trilha sonora alguma música da Laura Pausini? Se você cresceu nos anos 90, provavelmente cantou com a Sandy Junior algumas versões abrasileiradas de suas músicas:

Morta feat. enterrada! rs

Admito que Laura não é minha cantora italiana preferida (beijos, Alex Britti! rs), mas nem tenho como negar que ela foi, sim, a primeira italiana que ouvi e que adoro cantar La Solitudine no chuveiro, fazendo o maior drama!

E, cara, como não amar a Laura principalmente quando ela vem ao Brasil? #melhorpessoa

E como eu amo esse dueto:

Lembrando que rolou playlist da Laura aqui, pouco antes dos shows da turnê dela aqui no Brasil ano passado.

Foto: Laura Pausini (Reprodução)

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s