Perché?

Hoje é o Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher ou Para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres.

Ano passado, Alex Britti lançou a música chamada Perché?, que representa um tipo de grito coletivo de denúncia, colocando ao centro, um tema atual e delicado: a violência contra a mulher.

Grande parte das mulheres não denuncia seu agressor e essa foi uma experiência vivida diretamente pelo Alex, quando um dia ele estava em um parque público e viu um homem que estava para agredir uma mulher. Alex interveio em defesa da mulher e depois descobriu que era o marido dela.

Alex viu nos olhos dessa mulher o terror à ideia de denunciar o marido. Por meses, Alex se sentiu impotente em relação a esse tipo de violência e se indagou por quê. Resolveu escrever essa música e doar parte dos lucros a ONG WeWorld que ajuda mulheres vítimas de violência.

É como Alex diz na canção: chamar isso de amor não dá!

Sono giorni che lasciano il segno
São dias que deixam marcas
Quelli che non vorresti mai
Daquelas que você nunca iria querer
Sembrerebbe tutto normale
Pareceria tudo normal
Ma qualcosa è diverso e lo sai
Mas alguma coisa mudou e você sabe

C’è una donna davanti il portone
Existe uma mulher na frente do portão
Con le lacrime agli occhi e tu
Com lágrimas nos olhos e você
L’hai cercata nei giorni seguenti
A procurou nos dias seguintes
Ma non l’hai incontrata più
Mas não a encontrou mais

Sono giorni maledetti
São dias malditos
Di quelli che lo sai solo te
Daqueles que apenas você conhece
Quella donna ha un segno in faccia
Aquela mulher tem uma marca no rosto
E dice che se lo è fatto da sé
E diz que a fez sozinha
Ma nel cuore una cosa più grande
Mas no coração, algo maior
Un segreto che non capirai
Um segredo que você não compreenderá
Un amore violento e inquietante
Um amor violento e inquietante
Che però non denuncerà mai
Que ela nunca denunciará

Perché? Perché?
Por quê? Por quê?
Quella donna che amavi davvero
Aquela mulher que você amava de verdade
Ad un tratto l’hai portata via
De repente, você a levou embora
Una mano che un tempo l’amava
Uma mão que um dia a amou
Oggi muove una assurda follia
Hoje comete um ato absurdo
Perché? Perché?
Por quê? Por quê?
Nella vita si vede di tutto
Na vida se vê de tudo
Ma c’è un tutto che non capirò
Mas tem um tudo que não compreenderei
Sembrerebbe un amore malato
Pareceria um amor doente
Ma chiamarlo amore non si può
Mas chamá-lo de amor não dá

C’è chi vive di sogni e speranze
Tem quem viva de sonhos e esperanças
E il futuro è una giostra che va
O futuro é um carrossel
Il presente è un pezzo di vetro
O presente é um pedaço de vidro
E forse si romperà
E talvez ele se quebre

Se una donna perdona comunque
Se uma mulher perdoa por fim
E non urla la sua verità
E não grita a sua verdade
Non potrà aiutarla nessuno
Ninguém poderá ajudá-la
E la vita non ritornerà
E a vida não retornará

Perché? Ma perché?
Por quê? Mas por quê?
Quella donna che amavi davvero
Aquela mulher que você amava de verdade
Ad un tratto era fuori da qui
De repente não estava mais aqui
In un lampo il buio più nero
Em um segundo, a escuridão mais profunda
E poi l’ha ridotta così
E depois diminuída assim
Perché? Perché?
Por quê? Por quê?
La dolcezza dei giorni più belli
A doçura dos dias mais bonitos
La vita che cambia, lo so
A vida que muda, eu sei
Sembrerebbe un amore malato
Pareceria um amor doente
Ma chiamarlo amore non si può
Mas chamá-lo de amor não dá

Perché? Ma perché?
Por quê? Mas por quê?
Nella vita si vede di tutto
Na vida se vê de tudo
Ma c’è un tutto che non capirò
Mas tem um tudo que não compreenderei
Come questo amore malato
Como esse amor doente
Che chiamare amore non si può
Que chamar de amor não dá
Chiamarlo amore non si può
Chamá-lo de amor não dá


Na vida se vê de tudo, mas tem um tudo que nunca compreenderei como esse amor doente, que chamá-lo de amor não dá!

Mulheres, denunciem a violência!

Este post foi programado, pois final de faculdade é sempre complicado, rs. Mas os posts não param! Espero voltar à normalidade em 1º de dezembro de 2016. Para não perder as postagens, acompanhe o blog no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram

Vídeo: Perché? Alex Britti

Anúncios

2 comentários sobre “Perché?

  1. Thais disse:

    Ciao bella!
    Muito bem lembrado, infelizmente existe isso no mundo.
    Gostei tanto da tua postagem que pedirei autorização para postar no meu blog, com os devidos créditos, obviamente…
    Baci e buon fine settimana!

    Curtir

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s