Elena Ferrante

Elena Ferrante

Daí que eu estava passando pelos canais literários do YouTube e descubro que Elena Ferrante é uma nova febre italiana com sua tetralogia napolitana.

O primeiro livro da tetralogia, L’Amica Geniale ou Amiga Genial, como foi traduzido aqui no Brasil, foi lançado na Itália em 2011 e como eu, muita gente ficou se perguntando quem era essa mulher, já que ela não aparecia em lugar nenhum.

Com o lançamento de cada livro (um por ano), o mistério foi aumentando. Aqui no Brasil, já temos cinco livros traduzidos: Dias de Abandono, A Filha Perdida, A Amiga Genial, História do Novo Sobrenome e História de Quem Foge e Quem Fica.

Da tetralogia, falta apenas o último volume Storia della Bambina Perduta (em uma tradução literal, história da menina perdida). Este último foi lançado na Itália em 2014.

Uma verdadeira saga foi feita para descobrir a identidade dessa escritora fenômeno e parece  (ou tudo aponta para) que a escritora por trás dessas histórias que conquistaram o público é Anita Raja, mulher do escritor Domenico Starnone.

Aparentemente, muitas coisas apontam para ela: o estilo, as coincidências biográficas, os nomes dos personagens. Anita Raja tem 63 anos e é uma tradutora que mora em Roma, filha de mãe polaca que chegou a Nápoles depois de fugir do holocausto. Faz anos que é colaboradora da editora e/o – que publica os romances da Elena Ferrante na Itália.

Até mesmo os ganhos de Anita foram analisados: aumentaram mais de 150% durante a época em que a tetralogia foi lançada – e mais ou menos o que aumentou no balanço da editora das obras.

Mas conhecer o verdadeiro autor por trás da obra muda alguma coisa? Afinal, nem todos os leitores estão interessados na identidade do escritor, mas em ler sua obra.

E se o seu interesse está na leitura, posso dizer que vale a pena dar uma olhada em alguma obra dessa escritora, independente de ela ser Anita Raja ou não, porque só li coisas boas sobre os livros dela: socos no estômago é a descrição mais frequente.

Eu quase pedi para minha prima trazer a tetralogia para mim da Itália, mas achei que ia ser muita sacanagem fazê-la voltar com quatro calhamaços (os livros são meio grossinhos), rs. Ainda bem que já temos a maioria traduzida por aqui!

Para quem se interessou, a Biblioteca Azul lançou quatro títulos, mas a Intrínseca comprou os direitos dos próximos livros (e já lançou A Filha Perdida).

Este post foi programado, pois final de faculdade é sempre complicado, rs. Mas os posts não param! Espero voltar à normalidade em 1º de dezembro de 2016. Para não perder as postagens, acompanhe o blog no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram

Foto: Capa de L’Amica Geniale de Elena Ferrante (Reprodução)

Anúncios

4 comentários sobre “Elena Ferrante

  1. Thais disse:

    Ciao Bella!
    È vero! Há uma febre de Elena Ferrante por aqui.
    Consegui baixar na Lelivros, mas nem sempre está no ar…
    Adoro livros de verdade, mas a crise não permite (há tempos…) que aumente minha coleção.
    Baci!

    Curtir

    • Isabela disse:

      Ciao, bella!

      Para variar, eu sempre por fora das febres, hahaha.
      Também baixei alguns porque como vc, pra mim, está difícil comprar novos livros. Resolvi passar para o digital e quem sabe futuramente compre os que eu mais gostar… rs

      Baci e buona settimana!

      Curtir

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s