Bar Sport

Bar Sport por Una lucciola...

Bar Sport é um dos livros considerados clássicos pela literatura italiana, nem tanto por seu conteúdo literário, mas por ser praticamente um guia de comportamento italiano nos bares dos anos 70, quando foi escrito.

Esse ano, o livro completa 40 anos de sua primeira edição (lançado em 1976).

Aqui, Benni retrata situações reais, que aconteciam ou ainda acontecem nos bares italianos, mas sempre de forma bastante estereotipada ou extrema, com muito senso de humor, o que fez com que o livro ganhasse o coração dos italianos e, por isso, virasse um clássico.

Ele foca principalmente nos bares de províncias. O “bar sport” é o protótipo mais comum desses lugares.

Inicialmente, temos uma introdução histórica do bar. Em seguida, somos levados a uma massa especial chamada La Luisona, que fica tanto tempo exposta, porque ninguém a come, que ela fica dura, quase um pedaço de ferro.

Stefano Benni posa com La Luisona ©La Repubblica

Stefano Benni posa com La Luisona ©La Repubblica

No decorrer do livro, ele explica sobre personalidades típicas encontradas no “bar sport” e alguns episódios específicos.

Os personagens vão desde o “auxiliar técnico” que conhece mais de futebol que um técnico até a política e ciência. Personagens exagerados, mas que retratam perfeitamente o espírito italiano nos anos 70.

Algumas histórias ou termos decaíram ao longo desses 40 anos, o que torna para nós, estrangeiros, mais difícil pegar as sacadas de Benni. Teríamos que estar muito inseridos em uma cultura da década de 1970, o que é quase impossível.

Ainda assim, é possível assimilar alguns esteriótipos (mas provavelmente porque eles continuam existindo, rs).

Por exemplo, “cinno” é um dos termos que Benni utiliza para descrever um dos capítulos, que significa “menino” em dialeto emiliano. Mas o “cinno” do bar era o rapaz que anotava os pedidos tanto de lojas quanto de escritórios próximos ao bar – figura muito comum até o final dos anos 70, que hoje não existe mais.

O livro foi tão clássico, que ganhou uma continuação em 1997 chamada Bar Sport Duemila, ou seja, o Bar Sport dos anos 2000.

Minha edição é de 2011 e o livro tem menos de 130 páginas. Comprei na Feltrinelli dentro do aeroporto de Fiumicino por €7,00. A linguagem é tranquila. O problema é entender todas as referências.

Foto: Bar Sport de Stefano Benni por Una lucciola…

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s