Francisco de Assis – O Santo Relutante

São Francisco - O Santo Relutante por Una lucciola...

É, acho que coleciono Francisquinhos… rs.

Francisco de Assis – O Santo Relutante é uma biografia escrita por um teólogo americano, Donald Spoto. Comprei esse livro tem quase dois anos e demorei porque tenho receio de ler biografias e morrer de tédio, rs.

Até então, não conhecia nada da história de Francisco (que nasceu João), e posso dizer que o grande trunfo de Spoto ao reescrever a história do santo é inseri-la completamente em seu contexto histórico: isso é fundamental para que possamos compreender suas atitudes.

Francisco nasceu em Assis – região da Umbria, que vivia em constantes guerras especialmente contra Spoleto -, como João, pois sua mãe estava sozinha quando o teve. O pai, importante comerciante, estava na França.

Ao voltar, ficou muito bravo com o nome escolhido, pois queria Francesco, o francês, terra onde o pai fazia importantes negócios. Dessa forma, passou a ser chamado e ficou conhecido.

Com uma adolescência ligada a muitas farras e mulheres, e uma louca vontade de fama e glória, Francisco se meteu em uma das guerras contra Spoleto, onde foi mantido prisioneiro por quase um ano. Esse momento é decisivo para sua saúde: pegou malária, que seria uma constante até o fim de sua vida.

Levou quase um ano para recuperar a saúde e forma física, quando tentou sair em uma expedição para se tornar príncipe. Nesse momento, Francisco teria recebido seu primeiro chamado, mas ninguém sabe se a voz que ele ouviu teria sido de seu amigo durante uma das crises de febre.

O que importa é que ele retornou e em uma tarde teve seu segundo chamado, na igreja de São Damião, onde um crucifixo (que existe até hoje) disse: “vai e reforma a minha casa, pois como vê está em ruínas”.

Francisco tentou fazer o certo da forma errada ao pegar os tecidos e o cavalo do pai e vendê-los para arrecadar dinheiro para a reforma da igreja. O pai fez várias tentativas de “recuperar o juízo” de seu filho, em vão.

Na mais famosa delas, o pai o prendeu em um cubículo em casa, onde Francisco só via a luz quando sua mãe lhe trazia comida, em péssimas condições. A mãe o soltou durante uma das viagens do pai.

Francisco sabia que não poderia ficar mais em casa e se isolou em uma gruta para oração. Quando seu pai voltou, exigiu um julgamento em praça pública, querendo de volta o dinheiro dos tecidos e do cavalo que ele vendera.

Para surpresa de todos, Francisco não só restituiu esse dinheiro como também disse para o pai levar tudo que lhe pertencia, o que incluía as roupas que estava vestindo. Francisco ficou nu na frente de todos e a partir desse dia, nada mais se soube sobre seus pais.

O livro prossegue na tentativa de Francisco em encontrar sua missão e para ver, com profunda tristeza, que a fraternidade que ele ajudara a fundar (os franciscanos) tomava rumos que fugiam ao seu controle e da sua ideia original.

Impressiona a forma como Francisco, em nenhum momento, se desviou de seu propósito original, mesmo quando muitos duvidavam se não seria apenas um de seus caprichos.

Se você tem curiosidade de saber como foi a vida do santo em seus detalhes ou simplesmente gosta de ler biografias, o livro escrito por Donald Spoto vai te agradar bastante. Importante ressaltar que o escritor não coloca Francisco em um pedestal da perfeição!

Mas confesso que após ler o livro, me pergunto o que Francisco teria achado da imponente basílica que fizeram em seu nome…

PS.: um beijo para a @tecafarias (Teresa) que me trouxe de Assisi a estátua toda em branco! Obrigada ♥

Foto: Francisco de Assis – O Santo Relutante de Donald Spoto por Una lucciola…

Anúncios

2 comentários sobre “Francisco de Assis – O Santo Relutante

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s