Museu Egípcio de Turim

Galeria dos Reis

Galeria dos Reis

Ah… o Museu Egípcio de Turim! Um dos lugares que eu estava mais ansiosa para visitar e não decepcionou.

Museo Egizio é simplesmente o mais importante do mundo depois do de Cairo, por conta tanto da sua quantidade de peças quanto pelo valor de alguma delas. Também é o museu egípcio mais antigo do mundo.

Sua história começa no século XVIII, quando um egiptólogo de Pádua, Vitaliano Donati, foi até o Egito para algumas escavações e encontrou algumas peças que foram enviadas para Turim.

Por conta das invasões napoleônicas no Egito, por toda a Europa, virou uma verdadeira moda colecionar peças egípcias. O rei Carlo Felice, por exemplo, gastou mais de 4.000 liras para comprar uma grande coleção, reunindo-a com a que já existia da Casa Savoia.

Juntando as três coleções (Donati, Savoia e Felice) ganhou vida o primeiro museu egípcio do mundo. Na década de 30, a coleção já contava com mais de 30.000 peças, que ilustravam alguns dos aspectos mais importantes do Egito Antigo.

A última aquisição de importância foi o templo rupestre de Ellesjia. Ele foi doado pelo Egito em 1970 por conta do suporte técnico e científico fornecido por Turim durante uma campanha para salvar monumentos danificados na construção da represa de Assuan.

Templo de Ellesjia

Templo de Ellesjia

Esse templo foi reconstruído dentro do museu (e sim, ele é fantástico!).

Em abril de 2015 o museu foi reaberto após passar por uma grande reforma. Resultado: filas de dobrar o quarteirão e muitas filas nas semanas seguintes. Em um ano, depois da reforma, quase um milhão de pessoas visitou o museu.

Em 2013, ele foi eleito um dos melhores museus do mundo pelo The Times.

O museu é composto por três andares e a visita começa do segundo andar para o térreo (o melhor fica para o final). No segundo andar, fica a época pré-dinastia, algumas tumbas e o reino médio/novo reino.

No primeiro andar, destaque para a galeria de sarcófagos, a tumba de Kha e a papiroteca, além de itens das épocas tardia, tolomaica e romana. A visita se encerra no térreo com a galeria dos reis (para mim, a sala mais bonita de todas) e o templo de Ellesjia.

Esse museu é simplesmente incrível, uma verdadeira joia na Itália. Se você tiver a oportunidade (e gostar de história egípcia, claro), para mim é um dos mais imperdíveis.

O museu funciona de terça a domingo das 8:30 às 19:30 e às segundas, das 9:00 às 14:00. O ingresso custa €15,00. É possível agendar online (recomendo se você for em épocas de alta estação ou fim de semana. Quando eu fui – baixa estação e durante a semana – estava vazio) e custa €15,00 + €2,00 (taxas).

Ah, o ingresso garante um áudio guia (que também é visual), no qual você pode ouvir informações sobre algumas peças e ter acesso a outras imagens.

Bateu saudade de Turim (e vontade de passar uma semana lá!).

Fotos: Museu Egípcio de Turim por Una lucciola…

Anúncios

Um comentário sobre “Museu Egípcio de Turim

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s