Gomorra: livro

Gomorra de Roberto Saviano por Una lucciola...

Roberto Saviano chamou minha atenção somente quando vi o quadro de escritores que fariam parte da FLIP (Festa Literária Internacional de Parary) do ano passado.

Saviano cancelou sua vinda de última hora por motivos de segurança. Desde 2006, quando Gomorra foi lançado ao mundo, ele vive sob proteção policial. Ele fez um vídeo, no qual ele fala sobre o seu último lançamento Zero Zero Zero, que aborda o tráfico internacional de cocaína e seria discutido na FLIP.

Roberto nasceu e cresceu em Nápoles, cidade dominada pela máfia, conhecida como camorra. Para escrever sobre ela, ele se infiltrou no “Sistema” e revelou a todos as várias faces desse mundo, como ninguém havia relatado antes.

O preço? É jurado de morte pelos camorristas.

Ler Gomorra é um soco no estômago, a começar pela primeira página, quando Saviano descreve corpos e mais corpos caindo de um contêiner. É apenas o ponto de partita. O jornalista começa abordando o comércio ilegal com a China, do qual ele fez parte como um dos carregadores.

Depois, faz amizade com um costureiro e mostra como as grandes marcas italianas conseguem mão de obra barata através da máfia, produzindo roupas idênticas que se mesclam com as ‘originais’.

E assim Roberto segue contando sobre as guerras entre máfias dentro da região, com números de mortos assassinados que superam qualquer outra máfia do mundo – inclusive a russa. Aborda, claro, o tráfico de drogas e armas, que pode gerar um lucro de 500 mil euros ao dia.

Trata também da importância das mulheres nos grupos camorristas, da relevância da fé – sim, os chefões também rezam e matam padres -, e da influência de Hollywood na forma como os mafiosos atiram e no novo comportamento dos chefes: eles querem ser “o padrinho” (O Poderoso Chefão).

É de impressionar como a máfia se infiltrou em todos os âmbitos da sociedade, inclusive o de cimento e, tristemente, o de descarte de lixo tóxico: a Campania virou um grande lixão tóxico subterrâneo.

Ao fim de Gomorra resta a tristeza da certeza de que nada disso mudará tão já. De uma região condenada à máfia, entregue ao abandono, onde ou você faz parte do “Sistema” ou você não sobrevive.

Para quem gosta de ler sobre a máfia, para aqueles que querem compreender como a máfia funciona, Gomorra é um prato cheio, muito bem escrito e rico em detalhes, dados e fatos históricos, sem esconder nome nem apelido dos grandes chefes da camorra.

O livro foi traduzido em mais 50 países e já vendeu mais de 10 milhões de cópias pelo mundo. Rendeu um filme de mesmo nome que ganhou vários prêmios, sendo indicado ao Globo de Ouro por Melhor Filme Estrangeiro, e também uma série de TV.

Trouxe minha cópia da Itália, que traz ao final dela uma reunião de artigos escritos pelo mundo sobre o livro, inclusive dois brasileiros, um da Época e outro da Istoé.

A versão em português é facilmente encontrada e já vi custando menos de R$30,00. Outros livros do Saviano foram lançados aqui também e estou interessada no último sobre o tráfico de cocaína, que aborda inclusive o Brasil.

Por fim, o título Gomorra é um jogo de palavras com camorra, a máfia napolitana, e Gomorra, a cidade destruída por Deus na Bíblia, que é mencionada em um capítulo do livro.

Foto: Gomorra de Roberto Saviano por Una lucciola…

Anúncios

Um comentário sobre “Gomorra: livro

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s