A Cabeça do Italiano

A Cabeça do Italiano por Beppe Severgnini

A Cabeça do Italiano foi lançado na Itália com o título La Testa Degli Italiani em 2005, recebendo uma edição traduzida para o português em 2008 pela editora Record.

Em pouco mais de 240 páginas, Beppe Severgnini nos leva a uma viagem de 10 dias em solos italianos para tentar compreender como a cabeça do italiano funciona.

Em cada dia, ele nos apresenta três lugares. São eles: o aeroporto, a estrada, o hotel, o restaurante, a loja, o lugar, o condomínio, a sala de estar, o quarto, o trem, o museu, a televisão, o interior, a praça, a janela, o banco, o escritório, o shopping, a calçada, o carro, a agência de viagens, o porto, a praia, o jardim, o barbeiro, o monumento, a escola, a igreja, o estádio e o horizonte.

O autor ainda passa por algumas cidades e regiões de norte a sul da Itália: Malpensa, Milão, Toscana, Roma, Nápoles, Sardegna e Crema, sua cidade natal.

Esse livro é simplesmente a melhor forma de conhecer os italianos. Às vezes, Beppe pode soar exagerado, mas ele descreve de forma esplêndida vários hábitos e costumes italianos, somente observados no dia a dia, convivendo com eles.

Ele fala dos italianos que vivem querendo escapar do país, mas quando o fazem, vivem querendo voltar. Das conversas em praças, da vida pelas janelas, da loucura das calçadas em Nápoles, da influência negativa da televisão nas últimas décadas e do fenômeno Berlusconi e suas consequências na cultura e na postura do país.

Uma análise profunda e acertada. Quem já foi à Itália poderá se identificar com muitas das observações feitas por Severgnini e também rir de muitas delas. Para quem nunca foi é uma ótima porta de entrada.

Claro que o autor não foca somente nos aspectos negativos, mas ressalta também muitas das qualidades dos italianos.

Rola inclusive uma comparação com o Brasil, dizendo que a Itália se “abrasilizou” nos últimos anos. E não é algo positivo. Ele menciona também o turismo sexual que acontece no nordeste do nosso país.

Sempre disse que a Itália tem muito de Brasil. É possível identificar isso em vários momentos descritos por Beppe, o quanto somos parecidos em nossas raízes mais profundas, tanto em qualidades como em defeitos.

A leitura é agradável e divertida. Recomendo para quem quer conhecer mais sobre os italianos ou quem quer se identificar com o que já viu.

Comprei meu livro na Livraria Cultura ano passado, edição italiana. Ela está disponível sob encomenda (previsão de 11 semanas + frete), clique aqui. A versão traduzida também está disponível sob encomenda (mas não sei se saiu de catálogo) e a previsão é de quatro semanas + frete. Clique aqui para saber mais.

O mapa com a cabeça do italiano abre o livro e achei simplesmente genial a montagem!

Foto: A Cabeça do Italiano (Reprodução)

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s