Eataly São Paulo: eu fui!

Eataly São Paulo por Una lucciola...

Nesse final de semana, eu fui conferir o Eataly, um empório/mercado italiano que abriu sua primeira loja na América Latina no dia 19 de maio.

Seu conceito foi criado em 2004, mas sua primeira loja só abriu em 2007, em Turim. A ideia por trás do projeto é reunir sob o mesmo teto produtos italianos de qualidade, onde você pode comer, comprar e aprender.

O local possui três andares. No primeiro andar, encontram-se frutas, verduras, queijos, presuntos, salames, pães, doces, cafés, utensílios de cozinha e até mesmo livros. Neste andar também fica La Piazza, local para você comer e beber, a confeitaria de Luca Montersino, o bar da Nutella, os chocolates e o gelato da Venchi e o Bar della Frutta.

Subindo, você encontrará o açougue (macelleria), a peixaria (pescheria), as massas (e o restaurante La Pasta, que vende massas frescas), a pizzaria Rossopomodoro, a seção de bebidas alcoólicas e refrigerantes, azeites de oliva e vinagres balsâmicos, além do Caffè Vergnano.

No terceiro e último andar, fica o restaurante Brace, que significa ‘brasas’ porque o instrumento principal da cozinha é a grelha. Espere por pratos grelhados, além do bar. O site oficial ainda não oferece o cardápio e o piso estava fechado no horário que eu fui.

Clique no link abaixo para continuar lendo.

Preços

Vamos falar de coisa boa dos preços, que provavelmente é a maior dúvida em relação à essa novidade paulistana.

Sim, os preços são altos. Alguns preços de produtos estão nas fotos acima e, sim, é possível ver que eles são salgados, afinal, pagar R$150 em uma caixa de chocolates: não está fácil, rs.

Os preços dos restaurantes, eu cheguei a anotar alguns:

Na parte de confeitaria e doces, 100g de Praline sai por R$39,00 e dos chocolates simples, R$29,00. Os doces individuais custam R$12,00, as verrines, R$10,00 e os bolos e tortas saem por R$90,00 o quilo.

Os sucos de frutas saem por R$7,80 – batidos na hora -, e se você quiser misturar três frutas, o preço aumenta para R$9,80. A parte da padaria sai por quilo, mas não cheguei a dar uma olhada. A única coisa que eu comi dessa seção foi a focaccia, que custou R$14,25 o pedaço, saindo a R$52,00 o quilo.

O bar da Nutella oferece, acredito que por enquanto, apenas crepes e pão. O pão com Nutella sai por R$10,00; o crepe com Nutella, R$14,00, se adicionar banana ou a fruta do dia, R$16,00.

Na parte de açougue, os preços das carnes variavam entre R$15,00 a R$80,00. Na peixaria, eu não chequei os preços. As massas frescas variam entre R$39,00 e R$58,00 o quilo – as ofertas do sábado eram tagliatelle, spaghetti e gnocchi, sendo o gnocchi mais caro.

No restaurante desse andar, na parte de carne e assados, os preços dos antipastos ficam entre R$28,00 a R$37,00 e dos pratos principais entre R$42,00 a R$125,00 (este último, eles indicam para duas pessoas). Na parte de assados, meio frango sai a R$32,00, costela de porco a R$34,00 e a porchetta por R$45,00.

Os acompanhamentos ficam entre R$12,00 a R$15,00 e são: salada de folhas e tomate, batatas rústicas assadas, vegetais assados e polenta cremosa.

O preço das bebidas alcoólicas também é bem salgado, não lembro de todos os preços porque tem bastante variedade, mas tinha bebida de mais de R$600,00. Os refrigerantes saem por cerca de R$9,00, a garrafa pequena.

No Caffè Vergnano, o espresso custa de R$5,00 a R$6,00, sendo o preço mais alto de R$10,50. As opções variam de espresso a cappuccino, a latte macchiato, marocchino e até mesmo cappuccino gelado.

No restaurante La Pasta e La Pizza, os antipastos custam entre R$25,00 a R$38,00, e as massas variam entre R$25,00 a R$46,00 – algumas são feitas a mão, como gnocchi de queijo e os ravioli de búfala.

As pizzas feitas pela Rossopomodoro variam entre R$25,00 a R$42,00 e são separadas entre as feitas com molho vermelho e aquelas com molho branco.

IMPRESSÕES

O bafafá foi tanto, que eu confesso que estava com medo de ir até o local e encarar filas enormes, apertos e empurra-empurra. Os comentários em outros blogs e sites que eu vi eram sempre de um local muito cheio, o que era esperado já que a abertura foi há apenas duas semanas e paulistano ama novidade (e ficar na fila).

Cheguei sábado às 8:00, horário que o mercado abre, e para minha surpresa: vazio.

Consegui transitar facilmente por todos os locais do mercado, subir e descer, comer sem pegar fila (e sentada), observar preços, comparar produtos e tudo mais com a maior tranquilidade do mundo.

O Eataly começou a ficar cheio no horário que eu estava saindo, por volta das 11:00. Ao passar, percebi uma enorme fila de carro para entrar. Ainda assim, o local estava “caminhável”: era possível fazer compras e conhecer tudo sem muitos problemas.

Acredito que ele encha mesmo depois do meio-dia porque provavelmente as pessoas querem conhecer o mercado e aproveitar para almoçar. Cheguei a passar por ele novamente quando estava voltando para casa e, além da fila de carros, já tinha uma fila de pessoas na porta, isso era por volta das 15:00.

Portanto, minha maior recomendação é: chegue cedo para evitar dor de cabeça.

O mercado oferece um ambiente bem agradável – quando está vazio, acredito que com ele cheio deva ser bem chato de caminhar pelos corredores. Pelo que entendi, a estrutura é padrão, então o que vemos aqui é o que encontraremos na Itália e no mundo – acredito que os mesmo valha para as marcas vendidas.

Os preços são, sim, altos, que provavelmente se justificam pela qualidade dos produtos, somado à conversão de moeda mais impostos. Existem muitos produtos italianos que você encontrará somente aqui e se você faz questão de seguir uma receita italiana à risca, esse é o lugar para comprar os ingredientes.

Se você gosta de conhecer lugares novos e ver coisas diferentes, acho que a proposta do Eataly irá te agradar bastante. Se você busca um produto italiano específico, também. Porém, se você acha abusivo pagar R$30,00 em um pedaço de queijo ou R$200,00 em uma garrafa de vinho: evite – ainda assim, eu diria que olhar não arranca pedaço, rs.

Achei muito legal as plaquinhas informativas e os pôsteres suspensos, na parte de queijos e presuntos, por exemplo, que indicam a região de onde vem cada produto. Alguns funcionários já estão bem treinados e conseguem dar informações importantes sobre o produto vendido, outros ainda se perdem um pouco – mas claro que isso é esperado, considerando o tempo de funcionamento.

Lembrando que uma das propostas do Eataly é que não só eles tenham conhecimento sobre tudo que é vendido como que você aprenda sobre o que está consumindo para aproveitar melhor a experiência gastronômica.

Pretendo voltar, principalmente para comprar algum queijo ou presunto específico para uma receita, e para experimentar uma pizza da Rossopomodoro, que só abre às 11:30, então não consegui provar no dia – e a pizza está com uma cara muito italiana!

De forma geral, eu gostei bastante do que eu vi. O mercado cumpre o que promete: entrega produtos selecionados e de qualidade a um preço que, sinceramente, era esperado, o que não significa que eu ache acessível ou “justo”. As marcas encontradas são muito boas, e existe um bom leque de opções de nomes também, e as frutas e verduras estavam com aparência bonita, de frescas e bem selecionadas.

Para mim, valeu a visita e pretendo voltar em breve. Um possível queridinho em SP nascendo.

Informações gerais

O Eataly se encontra na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1489.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:

Mercado: todos os dias das 8:00 às 23:00.
Restaurantes: de segunda à sexta das 11:30 às 15:00 e das 20:30 às 23:00; sábados e domingos das 12:00 às 16:00 e das 19:00 às 23:00.
La Piazza e La Pizza: de segunda à sexta das 11:30 às 23:00; sábados e domingos das 12:00 às 23:00.

A padaria e o Bar della Frutta têm o mesmo horário de funcionamento do mercado.

Mais informações em www.eataly.com.br.

Fotos: Eataly São Paulo por Una lucciola…

Anúncios

3 comentários sobre “Eataly São Paulo: eu fui!

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s