Os melhores mercados da Itália

♪ ♫ ♩ É dia de feira, quarta-feira, sexta-feira não importa a feira-a-a… ♬♭ ♪

No clima de feira com O Rappa, quem quiser pode chegar nessa sexta-feira de uma longa semana pós feriado (obrigada, Senhor, pela graça alcançada! rs) para conhecer alguns dos principais mercados de toda Itália.

Impossível mesmo é não amá-los. Afinal, como não gostar de lugares que oferecem produtos típicos da região, frutas e verduras das mais variadas cores, além de coisas saborosas para degustar?

Normalmente, cada cidade tem seu mercado que oferece, diariamente, produtos frescos no maior estilo Mercadão de São Paulo.

Para quem for visitar a Itália, os mercados municipais são, sem dúvida, um passeio diferente e divertido que, além de proporcionar uma dança renascentista nas suas papilas gustativas (oi? rs), podem oferecem uma imersão na vida dos locais.

Abaixo, estão listados alguns dos principais mercados da Itália. Confiram (clique no link abaixo para ver a lista):

Mercato di Piazza delle Erbe (Bolzano)

Mercato di Piazza delle Erbe, BolzanoNo centro histórico da cidade de Bolzano, existe o mercado da Piazza delle Erbe (praça das ervas) desde 1295 onde é possível comprar frutas, verduras e frangos todos os dias, com exceção do domingo, a partir das 7:00 até às 19:00 (até às 13:00 aos sábados).

Em 1277, o conde Mainardo II mandou destruir as portas e muralhas, cobrir a fossa e montar a praça que hoje dá espaço ao mercado. Na esquina dela, ficava um hotel que chegou a hospedar nomes como Goethe, Herder, Mozart e o imperador Giuseppe II.

Ao centro da praça, existe a fonte do Netuno, que os cidadãos chamam de “oste con la forchetta” ou o anfitrião com o garfo, por conta do tridente.

No local, além das barracas normais, é possível encontrar caminhões com salames e queijos típicos da região, além de um local que vende somente pães para agradar a todos. Sem dúvidas, um imperdível na cidade.

Rialto Mercato (Venezia)

Mercato di Rialto, VeneziaTalvez o Rialto Mercato em Veneza seja o mais conhecido do país. Entre as colunas que vão de Campo de la Pescaria e San Giacometo, é possível encontrar vários peixes e outros produtos feitos na região.

Além deles, uma variedade de verduras e frutas, sendo que em volta do mercado, ainda se encontram os açougues e os vinhos para poder relaxar e curtir a gastronomia da forma mais tradicional.

Para quem quer fazer os pratos típicos venezianos, não há melhor lugar para comprar os ingredientes que esse mercado. Para quem busca peixes frescos, também.

Além de poder degustar coisas maravilhosas, é o momento de entrar no clima da cidade, não como turista, mas como local, através dos diálogos dos vendedores e do cheiro exalado pelas ervas locais.

O mercado de peixes funciona de terça à sábado das 7:30 às 12:00. Já o mercado de frutas e verduras, de segunda à sábado das 7:30 às 13:30. Espere um grande movimento de pessoas durante toda manhã, mas vale a pena para quem quer conhecer melhor a Veneza não turística.

Mercato di Porta Palazzo (Torino)

Mercato di Porta Palazzo, TorinoEm Turim, existe o Mercato di Porta Palazzo, o maior mercado da Europa, e cheio de comidas típicas da região de Piemonte.

Existem barracas de carne, salames, queijos, mel, fungos secos, massa fresca, frutas e verduras das mais variadas espécies que chegam da África, América do Sul e da Índia.

São 50.000 metros quadrados preenchidos com mais de mil barracas. Calcula-se que mais de 100.000 pessoas passem por lá durante o sábado.

A parte aberta do mercado funciona de segunda à sexta das 7:00 às 13:00 e aos sábados até às 19:00. Já a parte fechada se prolonga por meia hora aos sábados. Algumas áreas abrem durante a tarde durante semana.

Mercato Orientale (Genova)

Mercato Orientale, GenovaEm Gênova, funciona o Mercato Orientale e por ser em uma cidade portuária, espere encontrar produtos do mundo inteiro.

A especialidade, claro, fica por conta do peixe fresco, que normalmente são vendidos já com a receita.

Existem locais de salame, óleo de oliva, condimentos ou alimentos prontos para consumo, como as típicas fogaças. Assim como o mercado de Turim, aqui também se encontram produtos da África e da Ásia.

O mercado é o antigo claustro não terminado do Convento della Consolazione e recebeu esse nome por conta de sua localização em relação ao centro histórico: no oriente da cidade.

Hoje, ele se encontra na rua 20 de setembro e funciona apenas de segunda à sexta das 7:30 às 19:30, porém fica fechado entre 13:00 e 15:30.

Mercato di Mezzo (Bologna)

Mercato di Mezzo, BolognaO Mercato di Mezzo em Bolonha ou também Piazza delle Erbe é diferente dos outros.

Foi construído em uma velha estrutura no centro da cidade e possui dois andares.

No primeiro andar, encontram-se produtos como pães, queijos, salames, massa, verduras e frutas. Já no segundo andar, espere encontrar as comidinhas prontas, como as frituras com frutos do mar, sorvete, massas e até mesmo cachorro-quente.

O mercado surgiu da necessidade de reunir as barracas dos cidadãos que antigamente ficavam na Piazza de’ Marchi para vender suas verduras frescas. A estrutura em si é recente, com apenas alguns anos.

Ele é tão diferente dos outros que é o único a funcionar todos os dias e das 8:00 à meia noite!

Mercato Centrale (Firenze)

Mercato Centrale, FirenzeMais um mercado de dois andares: o Mercato Centrale em Florença em seu piso térreo oferece as frutas e verduras da produção local, além de carnes, queijos e pães locais e italianos no geral.

Já no segundo andar do local, é possível encontrar as famosas street food para todos os gostos: panini, pratos de frutos do mar, massas, doces… enfim, tudo de melhor que você consiga imaginar.

Ainda no segundo andar, acontecem alguns cursos de culinárias ou degustação de vinho.

O mercado sofreu uma reforma recentemente e mudou quase que completamente e assim como o de Bolonha, funciona todos os dias das 10:00 à meia-noite (e um!). É uma parada obrigatória para quem busca gastronomia e cultura (já que existem comidas além das italianas).

Mercato Sant’Ambrogio (Firenze)

Mercato Sant'Ambrogio, FirenzeOutro mercado interessante em Florença é o de Sant’Ambrogio, que se encontra na praça Ghiberti.

Um ponto de referência para quem busca alimentos frescos ou apenas para quem quer dar uma pausa no dia e fazer um lanchinho.

Existem alguns itens interessantes como salsichas de javali e queijo de cabra. Ainda existe uma boa variedade de azeitonas e massa fresca (mais de 26 tipos).

Funciona durante o período da manhã, exceto feriados, das 7:00 às 14:00.

Mercato dell’Esquilino (Roma)

Mercato dell'Esquilino, RomaEm Roma o Nuovo Mercato dell’Esquilino é um ótimo lugar para encontrar coisas diferentes e raras.

Claro, o local apresenta produtos italianos e romanos, como a carne e a muçarela de búfala.

Mas esse é apenas o começo. Espere encontrar coisas que você nem imaginava que existissem.

O bairro era dominado por chineses ou outras etnias do sudeste da Ásia, hoje também é casa de sul-americanos – exatamente por isso, espere encontrar de tudo um pouco.  É possível encontrar até mesmo jaca entre as frutas, além de açúcares de origem colombiana, farinha de arroz, entre outros.

Um mercado diferente, eu diria. Ele funciona de segunda à sábado das 6:00 às 14:00 e costuma ficar bem cheio. O aconselhável é chegar bem cedo para ter as melhores oportunidades de compra, sem tanta muvuca.

Mercato Trionfale (Roma)

Mercato Trionfale, RomaO Mercato Trionfale é considerado o primeiro mercado de esquina de Roma, com mais de 270 barracas é o maior da cidade e um dos maiores da Itália também.

O mercado nasceu no século XIX e após várias modificações em sua estrutura é considerado hoje o mercado de bairro mais bonito da capital.

Além das ofertas usuais de verduras e frutas, também existem farinhas biológicas, cereais, arroz, frutas secas, queijos, ovos frescos, fungos, peixes frescos e até mesmo tecidos e produtos caseiros.

Por conta da crise, houve boatos de que o mercado pudesse fechar, mas aparentemente o risco passou. Ele funciona de segunda à sábado das 7:00 às 14:00, com exceção de terça e sexta, quando ele vai até às 19:00.

A estação de metrô mais próxima é a Ottaviano (vermelha). O mercado fica atrás do Vaticano.

Mercato di Pignasecca (Napoli)

Mercato di Pignasecca, NapoliO Mercato di Pignasecca em Nápoles oferece tudo aquilo produzido na região da Campania: queijos, muçarela de búfala e com todas as variações de frutas e verduras, incluindo doces.

É um dos mercados mais antigos da cidade e durante o Natal, as ofertas aumentam e ficam mais diferentes, podendo ser encontrada até mesmo enguia fresca – que não falta na festa dos napolitanos.

Segundo a lenda, foi um selo papal fixado no pinheiro mais alto, fazendo o secar, dando origem ao nome desse emaranhado de ruas que se estendem por cerca de um quilômetro.

A especialidade são frutos do mar e peixes frescos que se juntam com as frutas secas, pães, verduras. Espere encontrar também bolsas, roupas, peças para casa – mas tudo sempre com um ótimo preço.

Não há informações sobre os dias de funcionamento, mas o horário é das 8:00 às 13:00 (talvez feche aos domingos como a maioria – o melhor é não arriscar).

La Pescheria (Catania)

La Pescheria, CataniaPelo nome já é possível imaginar o que se encontra no mercado La Pescheria de Catânia, na Sicília: peixes frescos sem iguais.

Espere encontrar todos os tipos: peixe-espada, atum, polvos, moluscos e tudo aquilo que nada pelos mares sicilianos.

As barracas se alternam entre locais abertos e um túnel do século XVI que mantém as barracas longe do sol.

E os pescadores fazem o serviço completo: vendem, limpam, tiram as vísceras, cortam em fatias na hora e se você ainda pedir, eles passam a receita deles para você. Nada mais italiano que isso!

O mercado funciona na Piazza Duomo e funciona de segunda à sábado das 8:00 às 14:00. Para quem curte peixes e frutos do mar de qualidade, é certamente imperdível!

La Vucciria (Palermo)

La Vucciria, PalermoMercado muito parecido com La Pescheria de Catânia é o Vucciria em Palermo, também na Sicília.

Uma parada obrigatória para quem está na capital siciliana. Aqui, as barracas também são cheias de cores, com ofertas de frutas e verduras que preenchem o ar com seu cheiro, além dos tradicionais peixes frescos.

Também encontre queijos e salames da região, mas nunca se esqueça de experimentar a confeitaria local, oferecida nesse mercado – ou sua visita terá sido praticamente em vão, rs.

O nome desse mercado deriva de uma palavra francesa, boucherie, que significa açougue. Inicialmente, esse era o objetivo desse mercado, vender carnes. Em seguida, ele virou um mercado para peixes, frutas e verduras, sendo chamado de la bucciria grande (o grande açougue, em italiano).

Em siciliano, Vuccirìa significa confusão: a confusão das vozes dos vendedores que se alternam com gritos, uma das características que mais marcam esse mercado.

Funciona de segunda à sábado até às 14:00 (não encontrei o horário de abertura, mas deve ser entre 7:00 e 8:00). Imperdível: sim ou com certeza?

Mercato di Ballarò (Palermo)

Mercato di Ballarò, PalermoOutro mercado bem típico de Palermo é o Ballarò. Passando a Catedral da cidade, andando mais um pouco, é possível entrar no universo da cultura siciliana.

Esse mercado da capital siciliana abraça qualquer um que chegue aqui. A cordialidade se equipara com a oferta de frutas e verduras frescas.

O quarteirão onde se encontra esse mercado é conhecido por ser tradicional, populoso e multicultural. Existem relatos de que já no século X, existia um mercado nesse local com muita influência árabe: tanto que essa é a origem do nome.

Na época, na Índia, existia um príncipe chamado Balhara e nesse mercado chegavam muitas mercadorias e especiarias de lá. Assim, ele começou a ser chamado de Ballarò.

Aqui, você encontra frutas e verduras, além de carne e peixe, como em outros mercados sicilianos e italianos, mas também encontra acessórias para cozinha e limpeza da casa. Diferentemente dos outros mercados da cidade, ele é menos frequentado por turistas, mas normalmente é o local onde os palermitanos fazem suas compras, ou seja, é uma ótima para entrar no clima da cidade.

Não encontrei o horário de funcionamento, mas deve ser o mesmo praticado nos outros: de segunda à sábado até umas 13:00 (14:00, no máximo). O entorno de Ballarò merece um post especial porque é muito interessante!

Mercato San Benedetto (Cagliari)

Mercato San Benedetto, CagliariO Mercato San Benedetto em Cagliari na Sardenha talvez seja o mais recente de todos os mencionados aqui.

Ele foi inaugurado nos anos 50, em uma estrutura espetacular. Possui dois andares e é o maior mercado civil da Europa, com 8 mil metros quadrados.

No andar térreo, encontra-se o mercado de peixes. No segundo, frutas, verduras, carnes e outros alimentos.

O melhor momento para chegar é sempre cedo. O mercado funciona de segunda à sábado das 7:00 às 14:00. Assim, você poderá ter os melhores produtos da região da Sardenha por um preço bem interessante.


Por fim, eu deixo uma dica muito preciosa ao fazer compras nos mercados (entenda-se feira) na Itália: nunca, jamais, em hipótese alguma pegue uma fruta ou verdura com a mão, como fazemos aqui no Brasil. A não ser que você queira levar um tapa na mão.

Os italianos se encarregam de escolher por você. E não se preocupe, eles escolhem os melhores mesmo. Por isso, não há necessidade de tocar em nada. Diga apenas o que quer e deixe que ele se encarregue do resto. E lembre-se: quanto mais cedo chegar, maior a chance de levar os melhores produtos.

E não, eu não levei tapa na mão porque por sorte (ou azar? rs), eu não sei escolher então esperei que a pessoa fizesse isso por mim (rs). Dei sorte, mas já ouvi alguns relatos. Ninguém gosta de levar um tapa na mão.

Bora fazer umas comprinhas? ;)

Fotos: Mercados italianos (Reprodução)

Anúncios

4 comentários sobre “Os melhores mercados da Itália

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s