A cidade ideal

La Scarzuola

Apesar do nome, La Scarzuola não é uma cidade, mas um antigo convento ou monastério franciscano, já que segundo dizem, São Francisco teria morado ali. Também é uma cidade teatro, construída no século XX por Tomaso Buzzi.

Localizada de Montegabbione, na província de Terni, Umbria, ela está localizada onde São Francisco teria construído uma cabana, onde ele tinha plantado uma rosa e uma sempre verde e de onde surgiu uma fonte.

A cabana foi construída com uma planta que levava o nome de scarza, por isso o nome Scarzuola.

Para reconhecer o lugar, foram construídos uma igreja e, depois, um convento, que foram confiados aos frates menores, que permaneceram ali até o século XVII, quando assumiram alguns monges de Orvieto.

Foi então que no meio do século XX, o arquiteto milanês Tomaso Buzzi comprou a propriedade e criou a sua cidade ideal, por isso, La Scarzuola também é conhecida por esse nome.

De 1958 a 1978, ele projetou e construiu um grande teatro com elementos maçônicos, que ficou incompleto. Buzzi morreu em 1981, mas graças aos desenhos deixados, ela pode ser completada pelo herdeiro, o sobrinho, Marco Solari.

Buzzi buscou misturar arquitetura surrealista e fantasia e seu estilo variava entre o clássico e o medieval, com umas pitadas de renascentista também. Tudo isso misturado com o gosto pessoal dele.

Seu gosto tendia ao surreal, por isso é comum ter escadas que levam para várias direções e algumas estátuas de criaturas fantásticas ou mulheres sem cabeça. É possível ver a influência do surrealismo de Dalí, Miro e Escher.

No total, são sete pequenos teatros, várias grutas e espelhos d’água, até mesmo uma réplica do Arco do Triunfo. Cada um deles representa os pensamentos do artista, uma mistura dos dogmas filosóficos que guiaram sua vida.

“Sobre a Scarzuola, quando alguém observa que a parte nova, criada por mim, não é “franciscana”, eu respondo: naturalmente, porque representa o mundo em geral e em particular o meu mundo – aquele no qual eu tive a sorte de viver e trabalhar = da arte, da cultura, do mundo, da elegância, dos prazeres (e também dos vícios, da riqueza e dos poderes), onde eu fiz um oásis de concentração, de estudo, de trabalho, de música e de silêncio, de grandeza e miséria, de vida social e de vida eremita, de contemplação da solidão, reino da fantasia, das fábulas, dos mitos, ecos e reflexos fora do tempo e do espaço porque cada um pode encontrar aqui ecos passados e notas do futuro.

Tomaso Buzzi

O preço do ingresso custa €11,00 e aparentemente somente com visita agendada e em grupos (segundo o site Umbria e Arte).

Para quem quiser maiores informações, melhor enviar email antes ou visitar o site oficial.

Fotos: La Scarzuola (Reprodução)

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s