Já comeu uma zeppola hoje?

Hoje é dia de São José ou San Giuseppe em italiano. Nesse dia, os italianos comemoram fazendo aquilo que eles mais amam: comendo! rs

No caso, a comida típica desse dia é um doce, as famosas rosquinhas de São José, em italiano, zeppole di San Giuseppe. Falei de uma receita frustrada nesse post aqui, do ano passado.

Virou meta de vida fazer umas rosquinhas dessas bem feitas. Ainda preciso da minha balancinha, rs. Aprendi que na confeitaria, pesar é muito importante, sim (viu, mãe!? rs).

Achei esse artigo que saiu hoje no Estadão bem legal.

Segundo ele, também é tradição dar esse doce aos amigos que se chamam José ou Giuseppe. Aqui no Brasil, ele ganhou algumas variações, como com castanha de caju picada ao invés da famosa cereja no topo, como faz a Di Cunto, panificadora da Mooca.

Outro ritual é comprar o doce em múltiplos de três (o italiano e o múltiplo de três. Já vimos a cidade estrelada e estou lendo a Divina Comédia que também brinca com isso). isso acontece porque eram Jesus, Maria e José e tem a Santíssima Trindade.

Além disso, março é o terceiro mês do ano. O dono da confeitaria Asti, no Paraíso, decora a receita com três cerejas ao invés de uma, para garantir o sucesso, e deseja três coisas: saúde, paz e prosperidade.

Os primeiros registros do doce está no livro de Ippolito Cavalcanti de 1837, mas a origem do doce é incerta. Os napolitanos acreditam que seja nos mosteiros de Santa Patrícia ou São Gregório, em Napoli, no século VXI.

Já na Sicilia a crença é outra: de que São José salvou a população de uma grande seca durante a Idade Média e por isso o doce seria consumido em seu nome como sinal de abundância. Enquanto o chef italiano Giuseppe Gerundino acredita que a origem seja na Roma Antiga, como uma variante feita de trigo integral oferecida aos deuses do vinho e do trigo.

O doce, já popular na Itália, parece ter se popularizado aqui também: a Di Cunto espera vender 15 mil unidades, enquanto a Big Bread, vizinha da paróquia de São José no Ipiranga, planeja a venda de 12 mil.

São José multiplicador de dilmas! rs

Infelizmente, não comi a minha hoje e nem pretendo até o final do dia, já que não conheço nenhum lugar aqui perto que faça e venda… o jeito será tentar fazer em casa mesmo!

Alguém com mais sorte do eu? rs

Foto: Zeppole di San Giuseppe (Reprodução)

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s