24 erros de italiano comuns

Sexta-feira de uma semana tão difícil… (tão difícil mesmo que eu nem estava conseguindo escrever a palavra ‘difícil’ corretamente, rs). Enfim, nada como o tempo.

Vamos descontrair um pouco falando de alguns erros de italianos bastante comuns (eu mesma acho que já cometi quase todos, rs).

O site da La Repubblica postou os 24 erros de italiano mais comuns que, de acordo com eles, mais cedo ou mais tarde, todos cometerão (inclusive os italianos).

O uso da apóstrofe, os acentos na letra e (è ou é?), se as palavras se escrevem juntas ou separadas… muitos desses erros, nem mesmo os italianos percebem que cometem.

Vamos a eles?

Per cui ou percui? A forma correta é separada, per cui, que significa: então, portanto, por conta disso etc.

Da ou dà? Depende do caso. Tem acento se for uma conjugação do verbo dare (mi dà un fiore?). Se for imperativo da segunda pessoa do singular do verbo, vem seguido de apostrofe, da’. Se for preposição, nunca é acentuada (vengo da Sao Paolo).

E ou ed? A ou ad? A letra ‘d’ só é acrescentada caso a palavra seguinte comece com a mesma vogal (vado ad Amsterdam).

Si ou sì? Se for afirmando uma frase, sempre com acento (vuoi un caffè? Sì), mas se for para pronome reflexivo da terceira pessoa do singular, nunca.

Desse ou dasse? Stesse ou stasse? O conjuntivo é quase um buraco negro no italiano e um dos erros mais comuns acontece com os verbos dare e stare. As formas corretas desses verbos na terceira pessoa do singular no conjuntivo é desse e stesse.

Fa ou fà? Se for a forma da terceira pessoa do singular do verbo fare, sem acento. não existe.

A apóstrofe. Ela pode ser utilizada para indicar a ausência de uma ou mais letras em uma palavra (po’ de pouco) ou a elisão de uma vocal final (un’ora); no caso do italiano, essa elisão acontece somente nas palavras femininas, então é errado dizer, un’altro (erro bastante comum).

Perché ou perchè? Cioé ou cioè? No caso da “e” com som fechado,  o acento correto é “é”, portanto, perché, sicché, affinché – e o som é característico das palavras terminadas e -che e -tre (ventitré – e nesse momento, um choque total porque eu sempre escrevi sem acento). Se o som é aberto, o acento correto é “è” e são são acentuadas se a sílaba tônica for a última, portanto, caffècioè, Noè.

Affianco ou a fianco? Se escreve junto se for a forma da terceira pessoal do singular do verbo affiancare (colocar ao lado); separado se quiser dizer ‘ao lado’, portanto, a fianco.

Entusiasto ou entusiasta? A forma correta é sempre terminada em “a”, mesmo se referindo a um substantivo masculino, mas isso somente no singular. Na forma plural, segue-se a regra de plural em italiano: entusiasti para substantivos masculinos e entusiaste para femininos.

Branche ou branchie? Os peixes possuem branchie; já as branche seriam os ramos: do direito, da medicina, da psicologia etc.

Accelerare ou accellerare? Sem duplicações do “l” no caso desse verbo.

Qual è ou qual’è? Outro erro bastante comum. Qual’è está errado simplesmente por não ser uma elisão. O mesmo acontece com buon, pover e tal (não levam apóstrofes se o substantivo que vier a seguir for masculino).

Celeberrimo ou celebrissimo? O superlativo absoluto da palavra italiana celebre (célebre) é, na verdade, celeberrimo (nunca usei essa palavra, mas erraria, rs).

Meteorologia ou metereologia? Essa, eu acho que as pessoas erram em português também (eu confundo, confesso! rs), mas o certo é meteorologia (e em português também! rs).

Un po, un po’ ou un pò? A forma certa é po’ porque se trata de abreviação da palavra poco. A apóstrofe indica que houve queda de sílabas ou letras.

È piovuto ou ha piovuto? No italiano, o passado é composto por um auxiliar (essere ou avere) mais o particípio passado. No caso do verbo chover, ambas as formas são aceitas, mas somente se indicar a chuva que cai do céu. Se for em sentido figurado, tem que ser usado o verbo essere (sono piovute critiche).

Se stesso ou sé stesso? Se vier acompanhado de stesso, sem acento. Se vier sozinho, com (essere se stesso, mas venire da sé).

C ou Q? Evacuare e não evaquare. Proficuo e não profiquo. Scuotere e não squotere. Riscuotere e não risquotere. Promiscuo e não promisquo. Scuola e não squola. Innocuo e não innoquo.

Ne ou né? Quando for uma particella, sempre sem acento. Se for uma negação, com (non sono andata né al mare né in campagna).

Imparare a qualcuno ou insegnare a qualcuno? Provavelmente, esse erro deve acontecer em algum outro idioma porque no português a diferença é bem clara, um é aprender e o outro é ensinar, mas a preposição é “a” mesmo: insegnare a suonare e imparare a suonare.

“Ma però” pode ser usado? Censurado pelos gramáticos, mas usado na literatura. O uso do ma é normalmente reforçado pelo pero, assim como em ma tuttavia, ma nondimeno e ma pure. Muito usado na língua falada e escrita informal, não sendo, portanto, incorreto, mas é preferível evitá-lo no uso formal.

Soprattutto ou sopratutto? A forma correta são com os dois ‘t’s’ dobrados, mas a forma sopratutto, considerada incorreta, é bastante usada por conta das outras variações que levam tutto no final, como: dopotutto e oltretutto.

Aereoplano ou aeroplano? Aeroporto ou aereoporto? Sempre corretas as formas aeroplano e aeroporto porque são originadas do prefixo aero. A palavra aereo existe, como adjetivo (relativo ao ar ou aeronáutica) ou substantivo (vado in aereo).


Não vou nem comentar que eu odeio essas letras dobradas do italiano. Pior que isso, só o dativo e o acusativo do alemão! rs

Foto: Erros comuns no italiano (Reprodução)

Anúncios

2 comentários sobre “24 erros de italiano comuns

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s