Dolci di Natale

Ah, o Natal…

Época do ano que você ganha uns cinco quilos e ainda assim está feliz. Afinal, tem coisa melhor do que comer nessa vida? Tem, sim: dormir! Prazer, Isabela! E na verdade, eu sou um panda :) rs

Para a grande ceia, que tal tentar algumas das sobremesas mais tradicionais na época do Natal na Itália?

Para começar, não pode faltar ele, o pão do Tonho, o panettone. Atualmente, existem diversas variações, os com gotas de chocolate, recheados de creme, trufados etc. O tradicional mesmo é de origem milanesa recheado com uva passa e frutas cristalizadas. O danado é difícil de fazer, são de sete a 10 horas fermentação, e um dia inteiro para seu preparo.

Depois do panettone, o doce que mais representa o natal italiano é o pandoro. Se você achou difícil o panettone, o pandoro requer um pouco mais de habilidade e são quase dois dias para o seu preparo. Essa é a receita simplificada, se você quer desafio mesmo parta para o Pandoro di Verona: nível hard! rs

Acho que eu não estou ajudando muito com receitas difíceis. OK, vamos para as medianas, rs.

Uma opção para os dois e um pouco mais fácil é o que os italianos chamam de dolce albero di Natale. Ela é uma torta cuja massa é feita sem farinha de trigo, mas com uma farinha de rosca misturada com nozes e amêndoas trituradas (sim, é cara). A cobertura é feita com manteiga e chocolate e a decoração fica a gosto (do freguês).

Ainda estou tentando entender o sentido dessa receita que se chama tronchetto di Natale, do literal: tronco de Natal. Ele me lembra muito o salame di cioccolato só que sem bolachas, além de ter a estranha configuração de, erm, tronco. Feito com massa biscuit e creme de confeiteiro, ele é recoberto por um glacê de chocolate. Não sei se fica bom, mas deve ser no mínimo interessante ter à mesa um tronco para comer… rs.

Os biscoitos chamados mostaccioli parecem ser deliciosos porque misturam mel e chocolate (tem como isso ficar ruim, meu Deus!?). Doce natalino típico do sul da Itália. Basicamente chocolate meio amargo, mel, canela, farinha, açúcar e limão. Atenção, já li nos comentários que a quantidade de mel indicada na receita é muita, metade basta.

O doce tipicamente napolitano chamado de roccocò é uma rosquinha, um pouco mais dura, como um biscoito, que fica mais macia graças ao banho de vinho, espumante ou até mesmo limoncello. Parecem ser bem gostosos =9

“Isabela, receitas nível easy, por favor!?” OK, vamos lá:

Os docinhos de Papai Noel são uma graça. E mais: são simples e rápidos de fazer, além de serem gostosos. Basicamente, faça um brownie, coloque um morango em cima e decore com chantilly. Para quem quiser a receita, clique aqui.

Os biscoitinhos com açúcar também são uma boa pedida, mas são necessárias forminhas em formato de árvore, estrela, etc.  Levam cerca de duas horas para ficarem prontos e tem gente que ainda usa para decorar a árvore de Natal (acho que em casa, não daria muito certo… rs). Não necessariamente só precisa de açúcar em cima, mas também possível decorar com aqueles bicos de confeiteiro menores. Preparação muito parecida com as dos biscoitos chamados Befanini, feitos para a festa da Epifania.

E o nosso pé de moleque, rs, também decora as mesas italianas durante o Natal. Só que ao invés de amendoim, ele é feito com nozes e avelã, mas a lógica é a mesma. Doce típico do Natal romano, leva o nome de croccante. A facilidade do preparo é equivalente a velocidade que ele será devorado, rs. Gente, sério, essa receita é tão ridiculamente fácil que até eu estou pensando em fazer (e é capaz de eu errar, ÓBVIO! Eu sendo eu… rs).

Mas se você, como eu, não terá tempo nem para tomar banho e quer algo rápido e prático (mais do que essas três últimas receitas acima), pega aquele pandoro sem vergonha que a Bauducco vende, corta em fatias de uns quatro centímetros, faz um creme de confeiteiro, pega umas frutas e: ta-dah! É prático, é lindo, é natalino, é bom! rs E muita gente ainda vai se perguntar quantas horas você ficou para preparar essa lindeza de meu Deus! rs

Depois eu mostro o meu aqui no blog! rs

Espero que o post tenha ajudado vocês a se inspirarem na cozinha para o Natal. Quem tiver tempo, acho que vale se arriscar nas receitas mais trabalhosas. Quem estiver na pressa, as receitas fáceis certamente darão conta do recado ;)

Bom divertimento na cozinha e boa ceia!

Este post foi programado, pois eu me encontro em mini férias. Comentários, erratas, entre outros serão verificados após o dia 05 de janeiro de 2015. Una lucciola… deseja a todos boas festas!

Foto: Dolci di Natale (Reprodução)

Anúncios

Um comentário sobre “Dolci di Natale

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s