Tempo Reale

Tempo RealeMuito amor pelo sexto álbum de estúdio do cantor Francesco Renga, lançado em 11 de março desse ano.

Entre seu último álbum, Un Giorno Bellissimo, e este, Tempo Reale, foram quatro anos de intervalo em que Renga mudou de gravadora, de produtor e agora, ele assumiu o controle da carreira. Foi meio que seu recomeço musical.

Abaixo, destaco algumas faixas do álbum:

Abrimos com a maravilhosa A Un Isolato da Te. Sem dúvidas, a minha favorita do álbum. Aquela que começa basicamente só com a voz de Francesco, segue com o piano e chega ao ápice na segunda parte da música. Você já ouviu falar que o amor vive a apenas um quarteirão de você? Como você não o encontrou antes de cometer o grave erro de acreditar que o amor verdadeiro não existe? Linda demais!

Passamos por uma das faixas mais interessantes do álbum e segundo single: Il Mio Giorno Più Bello Del Mondo. A música foi sucesso absoluto no verão italiano, sendo uma das mais tocadas nas rádios. No entanto, não foi a escolha de Renga para Sanremo e nem tocar em shows. Por quê? Porque a música tem frases sobrepostas, o que dificulta fazê-la ao vivo. Uma música fofa sobre em como o meu dia mais lindo do mundo, eu vivi com você.

Un Lungo Inverno, a terceira, ganha, na minha opinião, exatamente pela interpretação de Renga: sua voz, fria, dá a sensação de que estamos passando por esse longo inverno do qual a música fala. Acho o refrão o máximo!

A faixa seguinte foi apresentada em Sanremo desse ano, Vivendo Adesso foi escrito pela cantora Elisa. Foi considerada a música favorita para vencer o Festival, mas acabou amargando um quarto lugar. Sinceramente, gosto mais – muito mais – do que a música que de fato ganhou, Controvento da Arisa. Novamente, amo os vocais de Renga nessa faixa.

L’Amore Altrove é o primeiro dueto italiano de Francesco, com Alessandra Amoroso. Acho essa faixa linda e dramática, no ponto certo, nem mais nem menos. Fora que a Amoroso canta muito, tem vocal potente fazendo jus à parceria com Renga. Potencial próximo single.

A faixa Era Una Vita Che Ti Stavo Aspettando ganhou meu coração para sempre por conta de um trecho de sua letra. Quando ele canta: “ah, mas quanto pesa a alma? Poucos gramas apenas, mas os mais pesados que um homem tem”. Acho lindo, meu coração se derrete e por aí vai. E ter vontade de falar para alguém, ‘fazia uma vida que eu estava te esperando’: QUEM NUNCA?

Encerro comentando da faixa 11, Almeno Un Po’, escrita por Francesco “Kekko” Silvestre, o vocalista do Modà. Uma amizade de alguns anos já (Kekko faz participação especial nessa faixa na edição especial do álbum). A letra é linda, fala de se abrir a um novo amor, recomeçar. Para Renga, foi realmente isso.

… … … … …

Tempo Reale atingiu o topo das paradas italianas. Teve sucesso comercial respeitável e atualmente, o cantor está em turnê pela Itália para divulgá-lo.

Contudo, um álbum longo: 14 faixas. E sendo bem sincera, até a faixa 11, eu o considero muito, muito bom, depois eu acho que cai um pouco. Eu insisto: nos dias de hoje, um álbum com 10 faixas, bem trabalhadas, não precisa de nada mais. Faixas além disso, eu acho que fica cansativo e mais do mesmo.

Eu também não acompanho a carreira de Renga álbum a álbum. Na verdade, conheço o Camere Con Vista (o terceiro) e o Fermoimmagine, que é sua coletânea de maiores sucessos. Do que eu conheço dele, gosto muito e este último álbum, particularmente, eu o considero muito especial.

Acredito que Renga tenha acertado em cheio nesse recomeço. Que permaneça assim para os próximos álbuns.

Foto: Tempo Reale (Reprodução)

Anúncios

Um comentário sobre “Tempo Reale

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s