6 obras do Caravaggio em Roma

Fonte: Finestre Sull’Arte

Ao invés de esperar em longas filas, como foi o caso no Brasil, é possível encontrar seis obras do grande Caravaggio em três igrejas de Roma, sem filas, sem pagar e com a paz que normalmente encontramos em igrejas. Essas obras também estão conservadas nos locais em que elas foram originalmente planejadas para estar.

San Luigi dei Francesi1. San Luigi dei Francesi

A primeira igreja eu comentei nesse post aqui. É uma igreja que fica perto da Piazza Navona e que faz parte da comunidade francesa que mora em Roma. A santo a quem ela é dedicada é o rei Luis IX, que foi canonizado pelo papa Bonifacio VIII em 1297. Também era francês o cardeal a quem a capela na qual se encontram as obras do Caravaggio foi dedicada, Mathieu Cointrel, que em italiano é Matteo Contarelli (capela Contarelli).

Caravaggio recebeu ordens para pintar as três telas através do cardeal Francesco Maria del Monte. O santo escolhido foi o San Matteo porque tinha o mesmo nome do cardeal (a quem a capela foi dedicada). As três telas foram realizadas entre 1599 e 1602. As obras são consideradas muito importantes por conta do realismo aplicado às telas. Aparentemente, uma primeira tela foi recusada por ser muito realista.

Santa Maria del Popolo2. Santa Maria del Popolo

A basílica que se encontra na Piazza del Popolo em Roma, do lato oposto das igrejas gêmeas, Santa Maria dei Miracoli e Santa Maria in Monte Santo, possui duas obras de Caravaggio. Ele só realizou obras nessa igreja por conta do sucesso obtido na Capela Contarelli. Quem pediu o trabalho foi Tiberio Cesari, um jurista famoso na época que chegou a ser até tesoureiro do papa. Ele tinha uma capela na Santa Maria del Popolo (capela Cesari).

Foram dois os pintores que ele contratou: Annibale Carraci, que pintou uma tela, e Caravaggio que pintou duas, a Conversão de São Paulo e a Crucificação de São Pedro. O realismo das obras é tamanho que alguns estudiosos acham que ele pode ter usado modelos para fazer as pinturas. Ambas as obras começaram em 1600 e foram terminadas em 1601.

Sant'Agostino3. Sant’Agostino

Outra igreja próxima a Piazza Navona e Caravaggio trabalhou aqui quando estava no auge, em 1603. A viúva de Ermete Cavalletti pagou para que Caravaggio pintasse uma tela na capela que a família havia comprado por conta de uma vontade do próprio marido, expressa em testamento dois dias antes de sua morte.

Somente por volta de 1606 ele terminou a obra Madonna dei Pellegrini, e a capela foi dedicada a Nossa Senhora de Loreto, a quem Ermete era muito devoto, tanto que ele mesmo chegou a fazer uma peregrinação nas Marche um pouco antes de morrer. Caravaggio resolveu realizar uma pintura sobre esse tema, Nossa Senhora que aparece para dois peregrinos.

Além do grande realismos na obra, ela também teve muito sucesso por conta da simplicidade com a qual os personagens são retratados: até mesmo Nossa Senhora aparece em vestes simples, como se fosse uma simples cidadã da época. Isso conquistou a população mais pobre de Roma na época.

… … … … …

Três igrejas de fachada bem simples e em locais nem tão badalados em Roma. Certamente, a lição que fica é: olhos atentos a tudo a sua volta. Você nunca sabe quando pode ser surpreendido ;)

Foto: San Luigi dei Francesi, Santa Maria del Popolo, Sant’Agostino (Reprodução)

Anúncios

4 comentários sobre “6 obras do Caravaggio em Roma

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s