Londres

Londres por Una lucciola...

Eu me apaixonei completamente por Londres.

É uma cidade incrível! Tem ziguebilhões de coisas para fazer, é limpa, as pessoas são muito educadas – do tipo de você estar olhando no mapa e a pessoa parar para perguntar se você precisa de ajuda – e com um sistema de transporte de dar inveja a qualquer cidade.

A única coisa negativa é a libra, que está custando quase R$4,00!

O meu primeiro conselho para qualquer um que vai a Londres pela primeira vez é: não fique menos de 10 dias!

Sério, ficamos seis dias e foi super, mega corrido. Há tanta coisa para fazer, muitos museus para visitar e o tempo acabou ficando muito curto. Não conseguimos fazer tudo o que planejamos. Mas isso será um pretexto para poder voltar! rs

A minha segunda dica é: compre o London Pass. Ele custa £100. Sim, é uma facada! Mas ele é válido por 7 dias e, acredite, se você conseguir fazer tudo que ele dá direito nesses 7 dias, vai economizar umas £400. Se você somar mais £50, terá direito a pegar metrô, ônibus e trem da zona 1 a 6. E o London Pass dá direito a visitar alguns monumentos fora de Londres, como o Castelo de Windsor.

Só o fato de pularmos algumas filas, já compensou muito a compra. Se você não comprar o passe, então separe pelo menos £20 por passeio. Infelizmente, os passeios em Londres são caros. Existem muitas coisas de graça, mas a grande maioria é paga mesmo.

Por exemplo, o zoológico custa £23. Para entrar na St. Paul’s Cathedral: £16. A famosa Westminster Abbey: £18. Então vai somando. Por dia, você gastará cerca de £50 em passeios.

A minha outra dica é: compre o London Pass e faça tudo o que puder com ele nos sete primeiros dias. Nos outros, deixe para fazer as coisas gratuitas, como alguns museus, os parques e os mercados (que são maravilhosos em Londres)!

Importantíssimo: Oyster. Ele é tipo o bilhete único de Londres. Você escolhe carregá-lo por X dias e em quais zonas. As principais atrações londrinas ficam entre as zonas 1 e 2. No nosso caso, saiu £40 para 6 dias. E acredite, o preço individual do bilhete é de £4,00 e você usa metrô pelo menos duas vezes por dia. Faça as contas. É uma praticidade incrível e uma economia maior ainda – porque acredite, você vai andar mais vezes de metrô. Tinha dias que pegávamos quatro/cinco vezes!

A terceira dica de ouro, se for visitar o Madame Tussauds (o famoso museu de cera) e o London Eye (a roda gigante): compre o combo pela internet. Além de evitar filas enormes, você economiza na compra dos ingressos. O preço separado dos dois é de £30 cada. Nós compramos os dois + o aquário (Sea Life) por £49. E seja quando for, no Madame Tussauds: chegue cedo, na hora que abre!

Mais importante ainda: checar qual a última admissão de cada atração. Os horários podem variar, é sempre bom checar o site oficial da atração e ver no dia que você for, qual o horário que ele fecha e que horas é a última admissão. No zoológico, não sabíamos que a última admissão era às 15:30 (pois é) e chegamos às 15:45… demos com a cara na porta – literalmente.

Quanto à alimentação, Londres é mais tranquila que Paris, por exemplo. Em vários pontos da cidade, você encontra redes como Pret-A-Manger e o EAT que são lugares com lanches quentes e frios. Você pode fazer uma refeição com menos de £10. Nesse ponto, achei Londres muito justa. E na dúvida, tem sempre o Mc Donald’s por £6.

Se você gosta de peixe, o prato mais conhecido da cidade é o Fish and Chips, que nada mais é que peixe frito com batata frita, só que as fatias de batata são mais largas que as que estamos acostumados. Esse prato tem em tudo quanto é restaurante.

Minha outra dica: faça uma refeição ao lado do Tâmisa. É uma vista incrível. Almoçamos no Côte um dia. O restaurante é bom e o preço muito justo. A vista magnífica. Visite o site para mais informações.

E como de costume, se gosta de chá, não deixe de tomar o famoso chá das cinco. Fomos em um lugar muito fofo, próximo ao British Museum. Basta reservar um horário. Chama-se Tea and Tattle. Não deixe de provar o scone, um docinho típico, que nada mais é que um pão com creme, mas é gostoso – especialmente para um chá da tarde!

Os meus destaques (que foi basicamente tudo que eu visitei, rs – tentei me conter em 10 lugares, mas não deu):

Bom, não tem nem o que falar do Big Ben, né? Quando estiver lá, dê uma esticada até a Westminster Abbey, que é uma igreja, onde estão enterrados vários reis e rainhas da Inglaterra. Dê outra esticadinha até a Trafalgar Square para ver o Nelson (rs).

O London Eye também é imperdível. Eu recomendo ir à noite. Não pegamos fila e acho muito legal poder ver a cidade toda iluminada. Uma visão muito linda da parte de Westminster. Se comprar o combo, o Sea Life fica do ladinho. Muito legal!

Dos mercados, pelos quais simplesmente me apaixonei, Borough Market é incrível. Várias opções de comidinhas (e lanches também) e sucos. Uma delícia – literalmente. Também amei muito o Covent Garden, gostaria muito de ter tido mais tempo para visitá-lo. E a Portobello Road, famosa por suas antiguidades, funciona melhor às sextas e aos sábados #ficadica.

Outro mercado que impressiona é Camden Town, um bairro punk de Londres, que nada mais é 25 de março meets Galeria do Rock. Simplesmente amei esse bairro, muito diferente. Não deixe de provar o famoso sorvete de nitrogênio feito na hora do Chin Chin Labs. É simplesmente uma delícia!!!

Se gostar de zoológicos ou tive crianças, de lá, vá para o London Zoo. Ficam perto também o Museu do Sherlock Holmes (prepare-se para uma hora de fila, independente do dia e da hora, pois a casa é muito pequena) e o famoso Madame Tussauds. Separe um dia para fazer tudo isso.

Um que normalmente não está nos guias, mas se você ama literatura, tem que visitar o Shakespeare’s Globe, que é uma reconstrução do teatro de Shakespeare. Você só pode ver o Globe com a visita guiada (inclusa no ingresso). Vale muito a pena, é lindo. De lá, cruze a ponte em frente ao Tate Museum para a St. Paul’s Cathedral. Uma igreja lindíssima!

Museus importantes: British Museum (de graça. Não perca a parte egípcia e a Pedra Roseta) e o Tower of London, ao lado da famosa Tower Bridge (se puder, veja na internet um horário que ela abre). Para o museu, onde ficam as joias da realeza, reserve pelo menos duas horas e se possível, faça uma visita guiada (gratuita) com um beefeater – fantástico!!

Dos parques, infelizmente, só conseguimos fazer um pedaço do Kensington, onde tem o palácio (aberto a visitação) e os jardins, que não tinha flores por conta da época. Coladinho com ele, tem o Hyde Park, onde ficam os Italian Gardens – lindíssimos!! Reserve uma manhã para os dois, pois ambos são enormes.

Se quiser ver a troca da guarda no famoso Buckingham Palace, vá pelo menos duas horas antes para colar nas grades do palácio. A troca acontece todos os dias às 11:30. Recomendo chegar às 9hs – aquilo lota, sério!! Tire uma horinha para andar pelo St. James Park que fica em frente ao palácio. É uma delícia. De lá, faça Westmister (mencionado acima) e não se esqueça o Churchill War Rooms se você é um fissurado pela Guerra. Eu não sou muito e achei um dos passeios mais legais!

Uma praça imperdível é a Leicester Square. Lá ficam os cassinos e os teatros. E também a famosa loja da M&M’s. Perca-se lá dentro e prepare-se para filas e muita gente – e cheiro de chocolate por todos os lados. Tire foto com os M&M’s imitando a famosa capa dos Beatles. Aliás, dá para fazer Covent Garden, Trafalgar Square e Leicester Square tudo junto – é um do lado do outro.

Não se esqueça de visitar as famosas ruas Oxford Circus e Piccadilly Circus. Ambas são ruas de compras. Existem lojas e mais lojas de tudo, e os preços são bem convidativos (rs). As ruas ficam especialmente lindas à noite. Se for a Piccadilly, visite o Ripley’s, um museu de esquisitices. Você com certeza vai se divertir lá dentro – não perca o labirinto de espelhos: divertidíssimo!

… … … … …

Não há palavras para Londres. Voltei simplesmente encantada pela cidade, pelos lugares e pelas pessoas (rs) – quem disse que inglês é o povo mais feio do mundo, certamente nunca pegou metrô lá!

Eu não vejo a hora de voltar!

PS.: De trilha sonora, Blue Piccadilly e Undeniable, ambas de uma banda chamada The Feeling. Da banda, falarei em outro post, assim como o hotel que eu fiquei.

Foto: Londres por Una lucciola…

Anúncios

4 comentários sobre “Londres

    • Isabela disse:

      Ciao, bella!
      Londres também era uma paixão antiga minha. Queria muito ter ido ano passado, nas Olimpíadas, mas não deu. Sinceramente não vejo a hora de voltar. É uma cidade muito apaixonante! E não consegui ir para Stonehenge, então TENHO que voltar! rs
      xoxo

      Curtir

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s