PalaOlimpia

Marmi Lanza Verona no PalaOlimpia por Una lucciola...

Comecei a acompanhar o Campeonato Italiano por conta da minha paixonite aguda pelo polaco naturalizado italiano Michal Lasko e acabei me apegando realmente ao time que ele jogava, a Marmi Lanza Verona.

A atmosfera que os torcedores criam no PalaOlimpia (foto), casa do time, é incrível, o que fez com que eu quisesse ver uma partida no solo sagrado dos scaligeri ao chegar na Itália pela primeira vez, em 2010.

O time não é lá grandes coisas (sofre para não cair para a série A2), mas ainda assim, tem sempre um dos maiores públicos entre todos os times ao longo do campeonato. Uma torcida apaixonada, como eu.

O primeiro passo era ver o treino. Apenas desci na estação de trem, comprei um mapa e duas passagens de ônibus. O problema é que ninguém sabia qual ônibus ia até o PalaOlimpia (um absurdo, na minha opinião). Por fim, um dos motoristas disse que eu devia pegar o que ia para o estádio.

De fato, pegue qualquer ônibus que vá ao estádio, desça e o PalaOlimpia fica atrás do mesmo.

Ingresso comprado (através do simpático De Veis, na época manager do time), perguntei se podia ver o treino: “claro!”.

Eu sempre fui uma tiete do vôlei (mas não daquelas histéricas, diga-se de passagem! rs) e saber que eu estava a pouquíssimos metros do meu ‘fofo’ polaco foi uma sensação simplesmente indescritível!

O treino acabou. Ele foi um dos únicos a permanecer em quadra. Chamei mumiosamente seu nome e pedi para tirar uma foto, que foi feita pelo também simpático Latelli, na época 2º levantador e líbero do time.

Foto 1. Béh! Mais uma: foto 2, ah ok. Quando vi, saí de olhos fechados e quase chorei ao ver e sabia que Michal estava indo embora. Latelli mais do que rapidamente o chamou de novo e pronto. Foto 3: perfeita!

Eu só torcia para que ninguém me roubasse o cartão até eu chegar em Florença e salvar uma cópia em meu computador! rs

No domingo, cheguei ao ginásio super cedo. Pude ver a equipe se aquecendo e tudo mais. Uma linda vitória por 3×1 na estreia do time em casa contra o Piacenza, time bem tradicional da série A1. O MVP foi o líbero, Smerilli.

Como em toda vitória, o time deu a tradicional volta olímpica cumprimentando os fãs pelo ginásio. Eu toquei na mão de todos eles, inclusive do técnico Bruno Bagnoli, rs!

Por ser a primeira partida em casa, durante o jogo, o narrador convidou todos a irem até à Pizzeria San Marco, comemorar o início da temporada.

Uma amiga me levou até lá (onde comi uma das melhores pizzas na Itália!) e pudemos jantar próximas aos jogadores e suas famílias, mas a vergonha fez com que eu tirasse foto com só um jogador, o Zingel.

Nesse momento, encontrei novamente o De Veis (aquele que me vendeu o ingresso!) e ele começou a contar para a minha amiga como foi a minha chegada no escritório da Marmi com as minhas 7 malas (mentira, nem chegavam a 3! Sério!! rs). Troquei uma ideia com o Cottarelli também, na época diretor geral do time. Os dois sempre surpresos por eu ter ido do Brasil ver uma partida lá! rs

Dias inesquecíveis em Verona e uma certeza: a de voltar ao PalaOlimpia… um dia!

Foto: Marmi Lanza Verona por Una lucciola…

Anúncios

3 comentários sobre “PalaOlimpia

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s