Viajar sozinho

É sempre muito polêmico. Há sempre aqueles que detestam e não suportam a ideia, enquanto outros a defendem a todo custo.

Eu digo que, como tudo na vida, existem os lados bom e ruim.

O lado ruim é que você não tem ninguém com quem compartilhar o que viu, fazer comentários, reclamar ou dividir uma situação engraçada (ou desesperadora). Também precisa ter cara de pau se quiser que alguém tire uma foto sua – do contrário, acabará sem fotos ou terá que fazer malabarismo para colocar a câmera em algum lugar. Também não poderá dividir quarto de hotel ou B&B, o que acaba saindo mais caro – a não ser que albergues não sejam um problema para você. Também fará suas refeições sozinho, o que pode ser um saco!

Bom, essas foram as principais desvantagens que eu senti ao viajar sozinha.

O lado bom, bem, você já pode imaginar. Você é responsável por si mesmo e faz seus horários e suas vontades. Quer ir para a balada e dormir até às 14hs? Check. Quer acordar à 5hs para pegar trem para outra cidade? Check. Não quer parar para almoçar, pegar um lanche e comer andando? Check. Ficou de saco cheio daquele museu e quer sair correndo? Check. Não quer enfrentar aquela longa fila para ver aquele monumento chato? Check.

Enfim, você planeja tudo e da forma que quiser, podendo alterar a checklist ao longo da viagem e ninguém vai ficar de cara feia para você.

Eu sou uma defensora do viajar sozinho. Não o tempo todo, mas acho que todo mundo deveria ter essa experiência ao menos uma vez na vida.

Por quê?

Simples. Estar sozinho significa enfrentar seus próprios medos e monstros. É você e somente você. Não sabe a língua? Use a linguagem corporal. Não consegue chegar a tal lugar? Dê seus pulos.

Viajar sozinho significa amadurecer, desenvolver-se espiritualmente. É conversar com um estranho, alguém que você nem daria atenção caso estivesse acompanhado. É abrir-se para novas pessoas e novas possibilidades. É um ato de fé. É jogar-se no incerto, no duvidoso. É não ter medo de errar, e aprender com os próprios erros. É cair, mas saber se levantar. É aprender a respeitar a si próprio e também os outros. É testar, conhecer e saber seus limites. É conhecer a si mesmo. É encontrar a felicidade nos detalhes. É sorrir sem motivos (e chorar também). É ser feliz de forma livre. É viver para você e por você, somente.

Eu aconselho a todos: viaje sozinho!

Anúncios

9 comentários sobre “Viajar sozinho

  1. Nathalia Giani disse:

    Oi Isabela! Concordo totalmente! Sempre viajei sozinha, e acho muito enriquecedor de todos os pontos de vista! Porém a parte mais triste para mim foram as refeições – odeio tomar café, almoçar, jantar sozinha.
    E, by the way, adorei o Una Lucciola! Igual a você, eu também nutro uma paixão inexplicável pela Itália! Costumo dizer que nasci no Brasil por engano, ou que em outras vidas vivi lá na Grande Bota, rs.
    Criei no fina do mês um blog com a intenção de escrever sobre tudo quanto possa ser, ter um ‘q’ de italiano, o … il bel paese …
    A url é italiailbelpaese.blogspot.com. Passe por lá!
    Bacione ed avanti con il tuo blog!
    Ciao!

    Curtir

    • Isabela disse:

      Olá, Nathalia, tudo bom?
      Hahaha, sim eu também senti as refeições sozinhas.
      Obrigada e parabéns pelo seu blog. Que tal uma troca de links?
      Baci!

      Curtir

  2. Nathalia Giani disse:

    Oi Isabela!
    Que bom que gostou do blog! Ainda está fraquinho de conteúdo, no sentido de que não tenho tido muito tempo de escrever e essa falta de tempo é o meu maior rival rs.
    Mas claro que sim, sobre o link! O Una Lucciola já está nos recomendados pelo … il bel paese … confira lá!
    Você também coloca o meu link? rs

    Bacino!

    Curtir

    • Isabela disse:

      Oi, Nathalia!
      Também ando meio sem tempo para escrever. Eu tinha alguns posts prontos de um outro blog que eu tive, então estava mais fácil. Agora, preciso sentar e escrever, o que é sempre mais difícil! rs
      Já adicionei seu link! Obrigada!

      Baci!

      Curtir

  3. Nathalia Giani disse:

    Legal Isa! Obrigada!
    E vamos trocando figurinhas!
    Adorei o layout do seu blog e as matérias referentes a filmes… fiquei com vontade de assistir “Meu irmão é filho único”… osso é achar aqui no Brasil!

    Curtir

    • Isabela disse:

      Sim, vamos!
      Quando vc foi pra Itália?
      Os filmes eu baixo na internet mesmo porque é muito difícil de encontrá-los por aqui #ficadica! rs

      Curtir

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s