Obrigada, YouTube!

Obrigada, Senhor, pela internet! Três vivas para Tim Berners-Lee! rs

Infelizmente, eu não pude estar em Roma no dia 26 de janeiro para presenciar o tributo de Alex Britti + Simple Minds ao excepcional guitarrista Jimi Hendrix.

Graças a uma alma caridosa, é possível ver alguns vídeos da apresentação em HD (clique no link para ver os outros vídeos)!

Segue um trecho da resenha feita por um blog especializado em rock (em italiano), Relics Controsuoni:

Esta noite, tivemos a oportunidade de assistir um evento raro, um entre os melhores guitarristas de Blues da nossa casa fez uma homenagem, a sua maneira, ao fenômeno Hendrix, retraçando alguns de seus sucessos mais aclamados e registrando uma fluidez impressionante.

Orion Live Club nos deu um salto na lenda, oferecendo uma banda capaz de nos fazer sonhar por duas horas ou um pouco menos. Alex Britti, que muitos na Itália conhecem por algumas sobras de música original destinadas a um público diferente do da nossa página, é além disso um bluesman de fibra, e toda sua bagagem musical finalmente foi colocada à mostra na frente de uma plateia que merece, perfeitamente acompanhado de Mel Gaynor (bateria) e Ged Grimes (baixo) do Simple Minds, uma sessão rítmica excepecional.

Através das melhores músicas do falecido gênio, Alex vai a loucura, enfrentando o público de peito aberto, absolutamente engolido por aquele turbilhão de blues poderoso já na história, confrontando-se com um papel urgente e impenhativo. Naturalmente, não existe nenhuma pretensão no ar, apenas a vontade de consagrar um mito e fazer homangem da melhor forma.

Purple Haze, Hey Joe e Voodoo Child são apenas algumas das músicas reinterpretadas por uma ótima técnica de guitarra e uma presença cênica que se deixa levar pelas notas, mas sem exageros.

As vozes do trio se alternam entre uma canção e outra, aquecendo e envolvendo uma plateia cheia de um Orion Live Club orgulhoso, acabando com umas críticas que vinham dos céticos que preferiam associar o nome de Alex Britti a suas faixas originais ao invés de músicas sagradas como Little Wing (tocada com o coração, coragem e paixão palpáveis).

Por fim, a comemoração é bem sucedida, oferecendo uma performance, com certeza, apreciável, fica só o pensamento comum que flerta esperançoso com o próximo trabalho (se já previsto) de Alex Britti.

Também possível ver umas fotos da apresentação aqui e aqui.

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s