L’amore È Femmina

L'amore È Femmina

Apresentei a cantora Nina Zilli neste post.

L’amore È Femmina é seu segundo álbum de estúdio, lançado em fevereiro de 2012, antes do famoso Festival di Sanremo, no qual ela chegou entre as 10 finalistas com o primeiro single Per Sempre.

A faixa que dá título ao álbum foi escolhida para representar a Itália no Eurovision Song Contest 2012 e acabou ficando em 9º lugar.

Das 12 faixas que compõem o álbum, Nina Zilli assinou a autoria de 9 canções. As exceções ficam por conta de  “Per Le Strade”, “La Felicità”, “La Casa Sull’albero” e “Un’altra Estate”.

Comentarei a seguir as faixas que eu considero de destaque no álbum.

O álbum abre com a excelente Per Le Strade. A música começa com batidas leves e praticamente só se ouvi a voz singular da Zilli. A música vai crescendo até atingir o refrão.

Seguida dela, o primeiro single Per Sempre. A voz, a emoção, a melodia, tudo combinando perfeitamente nessa música dramática. A apresentação em Sanremo foi perfeita.

A quarta faixa do álbum, Inverno all’Improvviso, é um soul delicioso que fala sobre como ele (o rapaz) chegou e se foi repentinamente como o inverno na vida dela.

A canção que dá título ao álbum, L’amore È Femmina, é a minha favorita. Os instrumentos logo na abertura da música, toda a batida faz qualquer um sair dançando. Uma versão completamente em inglês (Out of Love) foi criada para a participação no Eurovision, mas ainda gosto mais da italiana!

A triste Non Qui é uma canção forte que também vai crescendo conforme chega no refrão. Uma música que fala sobre o rompimento e de como ele não pode mais ficar aqui, tem que ir embora.

Anna é outra música forte, com muitas guitarras, bateria. Uma canção que fala de uma mulher linda e que Nina dedicou a sua avó, Anna, por ter sido linda na juventude.

Por fim, Un’altra Estate, gostosa, com cara de verão mesmo. A música fala de um amor de verão que acabou. Novamente, o verão chegou e ela já não sabe se sorri ou chora, pois o tempo não perdoa.

Nesse link aqui, é possível ver vídeos da cantora comentando cada faixa do álbum. Eu achei esse álbum incrível. Adoro o potencial vocal da cantora, uma voz bem singular. Sua presença de palco também merece ser mencionada.

Muitos a comparam com Amy Winehouse tanto na voz quanto no estilo (musical e visual). Fãs da cantora londrina costumam criticá-la bastante. “Cópia” ou não, fato é que quem ganha somos nós, fãs da música.

Um álbum para se ouvir e uma cantora para se seguir.

Foto: Capa do álbum (Reprodução)

Anúncios

3 comentários sobre “L’amore È Femmina

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s