Molise

Depois do Valle d’Aosta, é a menor região italiana. Sua capital é Campobasso e também é a única que foi formada ao se separar de outra região, em 1963, atualmente conhecida como Abruzzi, tornando-se então a vigésima região italiana, primeiramente composta somente pela província de Campobasso e depois por Isernia também.

A região fica entre o dorso do Apenino e o mar Adriático. Alguns dos tesouros desse lugar são a natureza, a arte, a histórica, as antigas tradições e, claro, a gastronomia. Uma região ainda pouco conhecida tanto por italianos quanto por estrangeiros.

Um dos pontos de maior interesse, por conta de seu terreno montanhosa é exatamente um Parque Nazional, que possui paisagens inesperadas e magníficas; as diversas reservas naturais do local protegem as mais variadas espécies de vegetais e animais típicos dessa área.

Para quem gosta de esquiar, aqui também pode ser uma boa opção comparada ao norte da Itália: existem duas estações importantes na região, a de Campitello Matese e a de Capracotta.

Para os que gostam do mar, as praias são arenosas, circundadas pela vegetação típica mediterrânea, mas o mar é limpo. Para os mais tradicionais, a região também oferece os famosos sítios arqueológicos, além de abadias e vários castelos.

Diferentemente de outras regiões italianas, algumas atividades artesanais e de antigos mestres sobreviveram, tornando Molise um mundo bem particular e antigo, ótimo para aqueles que buscam uma viagem no tempo.

O que visitar

Em Campobasso, existem inúmeras igrejas e palácios, além da arquitetura militar e suas áreas naturais. Possui um centro rico em história e cultura, dominado pelo Castello Monteforte. Tem também a Villa de Capoa, um dos lugares mais sugestivos da cidade.

Termoli oferece, além das igrejas, o Castello Svevo e também tem a Catedral no estilo românico de Puglia, onde ficam conservados os santos patronos da cidade, Basso e Timoteo.

Isernia tem a Catedral de São Pedro, a mais importante da cidade, entre outras igrejas. Dentre outros monumentos, estão a Fontana della Fraterna e a ponte Cardarelli, além das praças e do sítio arqueológico, La Pineta. O centro histórico também é interessante porque possui uma área pré-histórica.

Conhecida como a pérola de Molise, existe o Bagnoli del Trigno. Também é interessante visitar a cidade de Agnone, especializada na produção de sinos para as igrejas mais importantes do mundo. Já Scapoli é o país das gaitas de fole e tem um museu dedicado para esse instrumento.

Em Venafro, existem algumas igrejas importantes, como a da Santa Maria Assunta, o Castello Pandone, um anfiteatro e um teatro romanos. Também existem vários palácios antigos e o cemitério militar francês.

Pietrabbondante também merece uma visita por conta do lindo teatro. Sepino tem as ruínas romanas e Larino além das ruínas, possui uma catedral medieval em estilo gótico romano: imperdível, sem dúvidas.

Por todo o território, espalham-se castelos, abadias e santuários, todos exemplos de arquitetura, alguns inclusive da romana.

O que provar

A cozinha típica de Molise se baseia em produtos que vêm da terra, sendo enriquecida com produtos das regiões vizinhas (e também por conta de sua separação tardia). Existem alguns pratos típicos como maccheroni alla chitarra, as pallotte cacio e uova, a famosa pasta e fagioli, além da polenta. O cordeiro também é muito consumido na região.

Os produtos de excelência incluem o óleo de oliva extravirgem, as famosas trufas de Isernia e a pasta grano duro. Além de alguns salames, salsichas de fígado (sim, elas existem) e os produtos derivados do leite, como o fior di latte de Boiano, a muçarela de búfala de Venafro e o pecorino de Matese.

Entre os vinhos do local, encontram-se Biferno e o Pentro. Já na parte de doces, existe uma geleia típica da região chamada mostarda d’uva e daí para a confeitaria, o céu é o limite: doces com muitas nozes, amêndoas, recheados com geleia, cozidos, fritos… etc =9

Molise é certamente uma pérola no sul da Itália que deve ser explorada e, sem dúvidas, renderá boas surpresas.

Foto: Centro histórico de Venafro, Molise (Reprodução)

Anúncios

Um comentário sobre “Molise

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.