Trentino-Alto Adige

Le Dolomiti, Trentino

A capital dessa região ao noroeste da Itália é Trento. A região é dividida em duas províncias, Trento e Bolzano, sendo aquela a mais populosa. Dentre suas principais comunas encontram-se Trento, Bolzano (Bolzen), Rovereto, Merano (Meran) e Bressanone (Brixen).

Ela faz fronteira com a Áustria e a Suíça e é famosa pela beleza de suas montanhas. São várias cadeias que compõem essa região, provavelmente, a mais conhecida são as Dolomitas.

Trentino deriva de Tridentum, nome romano de Trento, por conta das três colinas (Monte Verruca, Dosso Sant’Agata e Dosso di San Rocco), que circundam a capital.

Alto Adige, do homônimo e histórico departamento de Alto Adige, subdivisão da época napoleônica do Reino da Itália, que tinha como capital Trento e correspondia a atual região de Trentino mais a cidade de Bolzano e a Bassa Atesina.

Aqui, é certo poder esquiar na época de inverno. São várias estações de esqui. Também é possível praticar outros tipos de esportes ligados à neve.

O lago di Garda também marca o cenário da região, sendo um dos maiores da Itália. Em Trentino-Alto Adige, existe um encontro entre o mundo latino e aquele nórdico, provocando uma experiência única aos que visitam essa região italiana.

O que visitar

As Dolomiti representam um monumento natural e fazem parte do patrimônio da UNESCO. No entanto, não é apenas natureza que a região oferece, ela também possui muitas obras de arte e monumentos arquitetônicos de grande valor, misturando o gótico austríaco com o renascimento italiano.

Em Trento, temos a famosa catedral em estilo romano lombardo. Já Bolzano possui grande influência alemã e é a porta de entrada para as Dolomitas. Essa região passou por diversas dominações ao longa da história e cada uma delas deixou seus próprios traços. A região é repleta de castelos bem conservados.

Rovereto possui vários museus e castelos, além do Eremo di San Colombiano, que é conhecido como “o sino da paz”. A cidade de Mart é considerada o novo polo da arte moderna e Riva del Garda possui palácios históricos.

A geografia montanhosa da região permite aos aventureiros grandes escaladas – em especial, nas famosas Dolomitas. Existem também várias áreas protegidas e alguns parques, além das Zonas de Proteção Especial, como o Lago de Tovel em Trento e os parques naturais em Bolzano.

O que provar

A gastronomia da região é a base de pratos simples, mas com produtos cultivados na região. Alguns dos nomes possuem origem alemã, por conta da proximidade com a Áustria, como o speck, um tipo de presunto, e o salame kaminwurz.

Os queijos mais típicos são o grana trentin, toma di montagna e o casolet. A polenta também é famosa na região, feita com farinhas especiais e temperada com molho de carne, queijo ou fungos.

As sopas também são bastante comuns como a de cevada, de feijão, de fugos e a famosa brò brusà, que é caldo de carne queimado em dialeto. Outros pratos típicos são gulasch e a lucanica.

Entre os doces, existe uma maçã de Val di Non, que é usada para preparar o strudel, torta de maçã tipicamente alemã, além de outras tortas de frutas. Dessa região também saem vinhos bastantes conhecidos nossos: Merlot, Cabernet, Pinot e Chardonnay, além ótimos espumantes.

Foto: Le Dolomiti, Trentino (Reprodução)

Anúncios

2 comentários sobre “Trentino-Alto Adige

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s