Friuli-Venezia Giulia

Esta região ao norte da Itália também é uma de “statuto speciale” cuja capital é Trieste. É constituída pela região histórica Friuli (96% do território) e da parte remanescente de Venezia Giulia que ficou com a Itália depois da 2ª Guerra Mundial.

Na região, existem algumas Zonas de Proteção Especial, como as lagoas de Marano e Grado em Gorizia, as Dolomitas de Pordenone, os Alpes em Udine e o Carso em Trieste.

Ela faz fronteira tanto com a Áustria quanto com a Eslovênia. Fica de frente para o mar Adriático e é circundada por altas montanhas, possuindo as mais diversas paisagens.

Ainda aqui chegam as Dolomitas, então o panorama de montanhas fica garantido. Além delas, existem lagos, vales e muitas áreas protegidas. A sua costa também possui várias lagoas e apresenta praias arenosas, que muitos turistas vêm visitar.

Além da grande variedade de paisagens, essa região é muito rica culturalmente, devido a sua história complexa e por conta da influência de diversas populações que passaram por aqui, cada uma deixando um pouco de sua história.

Friuli Venezia Giulia é conhecida como a terra dos contrastes, exatamente por essa mistura de culturas. Como a região é um ponto de encontro entre populações, apesar da língua oficial ser o italiano, outras línguas podem ser ouvidas na região, como o dialeto friulano, o esloveno e até mesmo o alemão.

As principais comunas são as de Trieste, Udine, Pordenone, Gorizia e Manfalcone.

O que visitar

Uma das cidades mais importantes dessa região é a Aquileia, um dos centros mais importantes da época do Império Romano. Declarada patrimônio da UNESCO, ela serve como um rico testemunho, com seu fórum, o porto fluvial e sua basílica.

Aqui também temos a presença das Dolomiti, que oferecem o belo cenário característicos dessas montanhas, tanto no inverno quanto no verão, por conta de seus picos com neve ou de seus espelhos d’água.

Trieste, a capital, é uma cidade feita com cafés históricos, prédios neoclássicos que acompanham o Grande Canal da cidade, entre outros monumentos que revelam o fascínio dessa cidade, como museus, galerias e praças.

Outra cidade que deve ser visitada é Gorizia, altamente cosmopolita, mas com um castelo medieval, que é o monumento mais notável da cidade. O Duomo, a igreja de São Inácio em estilo barroco, a Sinagoga, o Teatro Verdi, entre outros prédios, igrejas e museus, além das áreas naturais compõem essa magnífica joia italiana.

Entre os monumentos mais famosos de Udine, encontram-se um castelo em uma colina que domina a cidade, o Duomo, a Loggia del Lionello, o Palazzo Arcivescovile com os afrescos de Tiepolo (o maior pintor italiano do século XVII) e as praças da Liberdade e do San Giacomo.

Pordenone é outra que merece uma visita em suas ruas principais, como o Corso Vittorio Emanuele II e Garibaldi, os museus cívicos de arte e da ciência, além de vários prédios góticos e do renascimento.

Grado possui um centro histórico veneziano, a pequena cidade de San Daniele que conserva uma igreja de Santo Antônio e Cividale del Friuli, uma cidadezinha histórica que foi sede do primeiro ducado longobardo da Itália.

O que provar

A cozinha dessa região possui grande influência da eslovena e veneziana. Ela se baseia principalmente em receitas simples, mas com ingredientes genuínos como carne, laticínios e legumes. Mais uma vez, a polenta ganha destaque aqui.

A porcina também é típica e é feita de carne de porco, chucrute e mostarda, além de sopas feitas com legumes e verduras. Mas o produto mais conhecido é o presunto de San Daniele, exportado em todo mundo, além do queijo Montasio.

O doce mais popular é a gubana, feito com massa recheada de frutas secas. Também pode ser encontrada nessa região o strudel, torta de maçã tipicamente alemã, e outras tortas feitas com frutas.

A produção de vinho também é muito rica e de alta qualidade, tanto os tintos quanto os brancos, que acompanham os gostosos pratos da culinária local. Entre os mais populares estão o Picolit, Refosco, Malvasia e Rebula.

Alguns destilados também são conhecidos aqui na região, como a grappa, tanto a tradicional quanto a aromatizada.

Foto: Parque Coronini, Gorizia (Reprodução)

Anúncios

Um comentário sobre “Friuli-Venezia Giulia

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s